Categoria: Saude

A nova tendência em exercícios: use seu peso corporal para perder peso

A nova tendência em exercícios: use seu peso corporal para perder peso

Editorial
BBC World
27 de abril de 2016
Compartilhe essa atualização no Facebook Compartilhar esta atualização no Messenger Compartilhe esta atualização no Twitter Compartilhar esta atualização no e-mail Compartilhar
Copyright da imagem doGETTY
Legenda da imagem
O peso corporal pode ser ideal para tonificar os músculos com a ajuda de algumas barras.
A gravidade pode ser o maior aliado quando se trata de ficar em forma, especialmente quando ajudamos com o peso do nosso corpo.

E além disso, é uma moda global.

De acordo com pesquisa da Universidade Americana de Medicina Esportiva, o treinamento com peso corporal tornou – se a maior novidade para o exercício do corpo em 2015 .

E é o método preferido de muitos entusiastas do fitness : tanto que se colocou em primeiro lugar nas novas tendências globais do ano passado, de acordo com o relatório.

O que devemos comer antes e depois do exercício?
Mas, em que consiste esse tipo de treinamento?

Leia também: Colágeno tipo 2 comprar

“O treinamento do peso corporal é baseado no fortalecimento dos músculos através da resistência do peso à gravidade ” , disse a personal trainer Prisca Dumas à BBC Mundo, que escreve no site online Guiafitness .

“A chave está na constância dos exercícios, na série, na aceleração e nas mudanças de ritmo”, acrescentou.

E o alcance do exercício é tão amplo que os treinadores variam em suas recomendações.

Copyright da imagem daTHINKSTOCK
Legenda da imagem
O “peso corporal” tem a vantagem de poder ser praticado em casa sem a ajuda de pesos ou dispositivos.
“Para mim, o exercício com o peso corporal é ideal para pessoas sedentárias que querem começar uma rotina de exercícios, que com uma boa rotina também podem ajudar a perder peso ” , disse o treinador esportivo espanhol e nutricionista Antonio à BBC Mundo. Ortiz

“É a evolução no treinamento físico muscular, onde a estética não é o fim, como no fisiculturismo, mas uma conseqüência do treinamento natural com o próprio corpo”, explicou Dino Donati, formado em ciências da atividade física. sua página is.feelforfit.com.

Para “dummies”
Embora agora seja uma raiva, o exercício com o peso corporal é, na verdade, uma das formas mais primitivas de exercício que existe e talvez uma das mais reverenciadas.

Por exemplo, o famoso fisiculturista Angelo Siciliano, mais conhecido como Charles Atlas, não usou pesos como meio de treinamento, mas ajudou-se com a gravidade e com um conjunto de cordas para manter seu esplêndido corpo em forma.

” Pesos podem ser um treinamento entediante e funcional ou o peso corporal é ideal para aqueles que querem começar a se mudar, digamos sem ter que sair de casa”, disse Ortiz.

E é por isso que é ideal para pessoas que começam a ficar em forma do zero e sem ter que pagar uma taxa mensal no ginásio ou comprar equipamentos caros.

Copyright da imagem doGETTY
Legenda da imagem
A recomendação dos treinadores é criar um sistema de treinamento que não exceda 20 minutos.
“Além de tonificar os músculos, um exercício cardiovascular também é realizado , o que ajuda na primeira fase a perder peso também”, explicou Ortiz.

Para o especialista, o mais importante é criar circuitos que permitam uma escalada no exercício, além de não apenas dedicar-se a uma parte do corpo.

“Outra vantagem do treinamento com peso corporal é que você pode diversificar as áreas do corpo onde você trabalha, como braços, parte superior do corpo, pernas, etc.”, disse Ortiz.

Os exercícios
Agora, o que consiste concretamente? Como você vê uma sessão dessa prática?

Embora personal trainers concordem que o exercício funcional ou o peso corporal é um velho conhecido, eles também advertem que é uma das modalidades que mais evoluíram ao longo dos anos .

Copyright da imagem doGETTY
Legenda da imagem
O “peso corporal” ou treinamento com o peso corporal tornou-se a tendência de fitness em 2015.
“O peso corporal foi renovado nos últimos anos com novas derivações, como calistênicos, que se tornaram tão populares entre os jovens, ou treinamento de suspensão, crossfit em alguns exercícios ou sistemas muito recentes, como o CST ou Tacfit “disse Donati.

Então, com quais exercícios começar?

“Você pode começar com uma combinação básica de agachamentos, flexões e barras, e para pessoas que começam do zero, pode ser conveniente por cerca de 20 minutos por sessão”, explicou.

Por outro lado, Dumas, da Guiafitness , recomenda criar circuitos dedicados a cada área do corpo.

” O mais importante é começar com uma tabela de exercícios aceitável para os músculos no primeiro estágio, sem o risco de esforço excessivo ou possíveis lesões musculares”, explicou.

Copyright da imagem daTHINKSTOCK
Legenda da imagem
Embora seja um dos exercícios mais primitivos, o treinamento com peso corporal também é o que mais evoluiu nos últimos anos.
Para perder peso, ele aponta que existem quatro exercícios que podem ajudar no esforço: pratos, passadas, agachamentos e flexões no peito. Em todos eles, o peso corporal irá adicionar esforço e ajudar a alcançar a tarefa.

“O prato consiste em tomar a posição de fazer uma flexão de tórax, mas sem ir ao chão, isso é conhecido como um exercício isométrico, no qual nenhum movimento é feito, mas é a própria posição (com gravidade) que permite o consumo de calorias “, explicou Dumas.

“E a passada é assim: com o pé avançamos um passo e dobramos o joelho na frente até formar um ângulo reto ou direito, depois retornamos à posição inicial fortalecendo a perna de trás e repetimos”, esclareceu o treinador.

Como ter boa saúde?

Como ter boa saúde?

Ser saudável não significa apenas cuidar dos aspectos físicos, mas também o seu bem-estar e saúde mental são igualmente importantes. Se você tem uma saúde psicológica adequada, pode desenvolver seu potencial e enfrentar situações estressantes que surgem em sua vida, como a perda de um ente querido. Por sua vez, você pode gastar e compartilhar seu tempo com sua família, amigos e com a comunidade que o rodeia.

Valorizar-se e aceitar-se é um aspecto fundamental para manter a saúde psicológica, o que lhe permitirá aproveitar a vida completamente. No entanto, se isso se tornar uma luta, sua capacidade de sentir, expressar e gerenciar suas emoções positivas e negativas – especialmente raiva – será afetada. Por exemplo, se você tem uma doença física permanente, se aposentou ou foi demitido, pode se sentir deprimido e estressado. Esses sentimentos geralmente acontecem, mas às vezes desenvolvem outros problemas mais sérios, como depressão ou ansiedade. Portanto, ter boa saúde mental protegerá você de desenvolver esses distúrbios. Tente seguir estas 10 dicas para sentir um bem-estar físico, emocional e mental:

Leia também: DTH comprar

1. Siga uma dieta saudável e equilibrada.
2. Beba sensatamente.
3. Fique ativo.
4. Descanse.
5. Durma bem.
6. Externalize seus sentimentos.
7. Peça ajuda quando precisar.
8. Aceite-se como é.
9. Fique em contato com seus amigos e entes queridos.
10. Sorria e ria.

Siga uma dieta saudável e equilibrada
Não é um segredo que comer uma dieta saudável e equilibrada ajuda a manter um peso saudável e reduzir o risco de doenças como diabetes, doenças cardíacas ou derrame. A comida, afinal, é o combustível do nosso corpo. Você não pode colocar diesel em uma máquina a gasolina, então, em relação a isso, você não deve se alimentar de forma inadequada – isso só vai fazer você se sentir mal.

Beba sensatamente
O álcool é depressivo eufórico e afeta as funções cerebrais. Se você não beber de forma sensata ou beber grandes quantidades durante um longo período de tempo, estará em risco de desenvolver problemas mentais, como ansiedade ou depressão. Além disso, você não deve tomar drogas, como canabis ou ecstasy, porque aumentam o risco potencial de danificar o cérebro.

Ficar ativo
Participar regularmente de atividade física ajuda o cérebro a liberar os chamados hormônios da felicidade (endorfinas), que ajudam a melhorar a sensação de bem-estar. Faça o que mais o diverte, como um esporte de equipe, dançando, andando de bicicleta ou andando. Exercícios como o tai chi também ajudarão você a se sentir melhor. Tente ser ativo em todos os momentos: as pessoas que estão desempregadas ou sofrem de uma doença têm baixa auto-estima e têm maior depressão.

Centros Médicos Millenium

Serviços de saúde

Marque a sua consulta e, graças aos nossos médicos, terá a possibilidade de controlar a sua saúde em todos os momentos.
Mais informação

Resto
As mudanças negativas que ocorrem na vida, como a perda de um ente querido, o divórcio, o desemprego ou a aposentadoria podem ser a chave para se sentir mal psicologicamente. Às vezes, você pode sentir que o mundo está vindo para você e que você é incapaz de alcançar uma meta. A chave é relaxar, até mesmo meditar, para gerenciar emoções e reduzir os níveis de estresse.

Dorma bem
Sentir-se cansado afeta a concentração, desmotiva você e deixa você sem energia. Isso pode afetar, por sua vez, a saúde mental, por isso é importante dormir o suficiente para sentir-se descansado e se sentir capaz de realizar atividades diárias.

Externalize seus sentimentos
Conversar com outras pessoas sobre como você se sente irá ajudá-lo a ver tudo de outra perspectiva. Tente conversar com as pessoas mais próximas a você para compartilhar seus problemas.

Peça ajuda quando precisar
Se você acha que não consegue lidar consigo mesmo, não deve se sentir culpado ou envergonhado por pedir ajuda a outras pessoas. Perder um ente querido ou certas mudanças que podem ocorrer na vida são difíceis de superar, por isso é importante lembrar que você pode pedir ajuda e as vantagens que isso traz fazem a diferença quando se trata de levar uma determinada situação.

Aceite-se como é
Há certas coisas que podem mudar em sua vida. Ver a si mesmo como uma pessoa digna, e não se julgar com zelo excessivo, ajudará você a se sentir bem e a manter um grau aceitável de felicidade por toda a sua vida.

Em contato com seus amigos e entes queridos
Manter boas relações com as pessoas ao seu redor irá fortalecê-lo, pois é sempre importante ter contato com amigos e familiares, especialmente em momentos de necessidade. Mesmo que você não tenha visto alguém por um tempo, convide-o para comer, escrever uma carta ou enviar um e-mail.

Treinamento físico: 5 chaves para um corpo estético

Treinamento físico: 5 chaves para um corpo estético

Construir um corpo proporcional e simétrico requer um tipo especial de treinamento. Requer mais do que apenas puxar deadlifts pesados ​​- é uma arte. Aqui está um guia para criar seu próprio físico escultural!

Leia também: White Max funciona

Treinamento físico: 5 chaves para um corpo estético
Alex Carneiro
Alex Carneiro
18 de abril de 2018 • 6 min leu
Estatísticas Vitais
Nome: Alex Carneiro
Ocupação: IFBB Olympia Pro; Atleta com ótimo patrocínio; Cinesiologista; Nutricionista; Treinador;
Cobertura Profissional de Fitness
Site do Modelo: alexcarneiro.com
Tamanho, forma, proporção, condicionamento, simetria e equilíbrio: combine tudo isso em um só corpo humano e você terá uma estética incrível. Quarenta anos atrás, caras como Serge Nubret, Frank Zane, Sérgio Oliva e Arnold Schwarzenegger eram os reis da estética. Eles construíram corpos fortes e poderosos que pareciam incríveis de todos os ângulos. Todos eles tinham uma cintura fina, um V-taper insano e placas de quads que faziam seus joelhos parecerem pequenos. Esses caras eram tão bons que seu legado é tão inspirador e poderoso hoje quanto nos anos 70.

Hoje em dia, com tanta ênfase no tamanho, na força e no poder dos músculos, muitos de nós esquecemos como treinar para algo que não seja performance. E, embora o desempenho seja importante, os objetivos físicos, como a construção de um físico tipo Adônis, podem ser igualmente vitais.

Primeiro de tudo, sua estética não virá se você não comer direito. Porque você está constantemente danificando seus músculos, você precisa repará-los com muita proteína. Coma pelo menos 0,8 gramas de proteína por quilo de peso corporal a cada dia e você verá esse crescimento.

Mas se você é uma das milhares de pessoas que desejam o corpo de um deus grego sobre qualquer outra coisa, você precisa treinar especialmente para a estética. Faça certo, e um dia você poderá se encontrar no palco com um troféu em suas mãos. Aqui está o seu guia para a construção de um corpo que Michelangelo poderia ter esculpido!

Key 1 Disque Em Seus Conjuntos E Reps
Se você sempre realizar o mesmo peso e repetições durante seus treinos, seu corpo não terá motivos para mudar para melhor. Precisa de um motivo para melhorar. Para fazer meu corpo mudar, eu gosto de diminuir o peso e aumentar as repetições enquanto me movo através de um conjunto. Até agora, isso me serviu bem.

Comece realizando dois conjuntos de aquecimento para evitar lesões. Após o aquecimento, comece com um conjunto de 6-8 repetições em cerca de 70-80 por cento do seu esforço máximo. À medida que você avança nos conjuntos de cada exercício, você diminuirá o peso e aumentará as repetições. Os primeiros conjuntos pesados ​​irão chocar seus músculos e aumentar sua força, enquanto os conjuntos mais leves com repetições mais altas ajudarão você a construir músculos maiores. É a combinação perfeita.

Exemplo de estrutura set-and-rep
Warm-Up: 2 ​​conjuntos
Conjunto 1: 6-8 repetições
Conjunto 2: 8 a 10 repetições
Conjunto 3: 8-10 repetições
Conjunto 4: 10 a 12 repetições
Embora o peso esteja ficando mais leve, isso não significa que deva ser fácil. No último set, os últimos dois representantes devem ser realmente difíceis.

Chave 2 treinar unilateralmente para a proporção e a simetria
Um corpo proporcional tem tudo em harmonia: por exemplo, suas pernas não devem parecer palitos de dente em comparação com sua parte superior do corpo gigantesca. Simetria, por outro lado, refere-se ao equilíbrio certo entre seus grupos musculares. relação ao seu tríceps, e seus quadris esquerdo e direito devem ser igualmente grandes e condicionados.

Tanto a proporção como a simetria precisam existir em unidade para que o corpo tenha a melhor aparência possível. Uma das melhores maneiras de obter proporção e simetria é adicionar exercícios unilaterais à sua rotina diária de treinamento. Levantar com um braço ou perna de cada vez irá garantir que você é igualmente forte e proporcional em ambos os lados do seu corpo.

Aqui estão os elevadores que você deseja incluir em um treino de braços de construção de proporção e simetria. Lembre-se de aumentar os representantes e diminuir o peso para cada conjunto.

Treinamento físico: 5 chaves para um corpo estético

Fonte: https://www.valpopular.com/white-max-funciona/

 

Qual a melhor pomada para prevenir assaduras em bebes

Qual a melhor pomada para prevenir assaduras em bebes

Na hora de escolher uma pomada contra assaduras para o bebê, as opções são muitas. Todas prometem a melhor proteção para a pele delicada do bebê, mas alguns fatores devem ser levados em consideração no momento desta importante escolha.

Leia mais: Como prevenir e tratar infecções respiratórias no bebê

Antes de mais nada, é importante que a pomada possua entre seus ingredientes o óxido de zinco. Esse composto químico tem propriedades adstringentes com ação antisséptica, secativa e anti-inflamatória.

O Gestação Bebê Selecionou cinco marcas de pomadas contra assaduras, mostrando seus prós e contras. Confira!

Leia também: Hipoglós é bom?

Dermodex Prevent
Um dos melhores custo-benefício entre as pomadas contra assaduras. Essa pomada tem cheiro agradável e não muito forte. Em uma troca de fraldas, a pomada não desaparece completamente, mas também não gruda e é de fácil retirada.

A marca, entretanto, não dispõe de embalagens maiores, e o único tamanho disponível é o de 45 gramas.

Bepantol Baby
A marca antes cbepanonhecida por quem era adepto da tatuagem ganhou há alguns anos no Brasil e versão para bebês. Disponível em dois tamanhos, o produto tem vitamina B5, que, segundo o fabricante, torna a pele do bebê mais resistente a assaduras. O cheiro é agradável e não incomoda, e a retirada durante a troca de fraldas é fácil.

Desitin
Produto preferido das mamães que compram enxoval em Miami e em outros locais no exterior, a pomada da Johnson&Johnson finalmente chegou ao Brasil há poucos meses. Também disponível em mais de um tamanho, o cheiro da pomada é bastante agradável e na troca de fraldas o produto está absorvido por completo. Além disso, o creme é econômico: basta uma pequena quantidade para cobrir toda a região íntima do bebê.

Hipoglóshipoglos_hero
A mais antiga pomada contra assaduras do Brasil – 70 anos de mercado, segundo o fabricante – é certamente também a mais conhecida. Disponível em três tamanhos diferentes, o produto tem entre seus ingredientes o óleo de fígado de bacalhau. Para muitas mamães o cheiro inconfundível é também forte, e a retirada durante a troca de fraldas é difícil e algumas vezes pode demandar um pouco de paciência da mamãe.

Mustela
Com manteiga de karitê e vitamina F, a pomada da marca francesa é cara, porém cheia de benefícios. O cheiro é extremamente agradável e a absorção é completa, não sendo necessário um grande esforço para retirá-la completamente. Em dois tamanhos disponíveis, uma grande desvantagem é não conseguir encontrar o produto em qualquer farmácia ou drogaria.

Linguagem do Corpo: De onde se origina o Terçol?

Linguagem do Corpo: De onde se origina o Terçol?

As pálpebras são responsáveis por proteger os olhos de bactérias e lesões e, ainda, ajudam na distribuição de umidade através das lágrimas por todo o olho.
O terçol é uma pequena infecção de uma glândula sebácea presente na pálpebra (por conta dos cílios) e é, geralmente, ocasionada pelas bactérias estreptococo e estafilococo, e atinge a região da pele que se conecta aos cílios. A parte do olho afetada pelo terçol tende a apresentar um pequeno inchaço avermelhado e o portador pode sentir leves dores.

O tratamento para o terçol é feito por meio de pomadas antibióticas, colírios e compressas quentes. Seguindo estas recomendações, o terçol tende a desaparecer sozinho com a drenagem da infecção feita pelo próprio corpo.

Leia também: Terçol causas

Em seu livro, Cristina Cairo afirma que terçol se origina a partir de um sentimento de raiva guardado pelo portador.

Terçol segundo Cristina Cairo:
Significa que você está com raiva de uma determinada situação. Pode ser que você esteja fazendo algo que o contrarie e que pensava não mais precisar fazer. Evite sentir raiva de alguém, pois as dimensões humanas são diferentes e é por isso que devemos ser mais compreensivos com as ideias opostas às nossas. Se você não gosta do que está acontecendo, mude seu modo de pensar e compreenda as razões das outras pessoas. Saiba que você tem seu livre-arbítrio e que ele é o responsável por todas as suas experiências no decorrer da sua vida. Alegre-se por possuir o direito de mudar e escolher aquilo que o faz feliz.

 

Fonte: Val Popular Emagrecimento e Estetica

O que é Qualidade de Vida para você?

O que é Qualidade de Vida para você?

Entenda o que significa qualidade de vida para você.
Atualmente, muito se fala sobre qualidade de vida. Seja no quesito pessoal ou dentro da empresa em que se trabalha, é comum encontrarmos a busca por mais saúde e menos doenças.

Antes um termo usado apenas pelos profissionais de saúde, hoje a qualidade de vida tem sido um objetivo da sociedade. Com o aumento dos casos de estresse em várias faixas etárias, sedentarismo e depressão, as pessoas procuram se informar sobre como evitar e reverter essas mazelas.

Mas o que realmente significa “qualidade de vida”? Como ela se aplica nos diversos momentos da nossa rotina e, mais do que isso, o que ela representa para cada pessoa? O que fazer para alcançá-la?

Para esclarecer essas e outras dúvidas, confira o post que preparamos para você!

O que é qualidade de vida?
A definição de qualidade de vida é muito ampla, e cada indivíduo ou entidade tem um conceito para tal. Em resumo, tem a ver com encontrar equilíbrio (seja no âmbito financeiro, amoroso ou pessoal) e diminuir o estresse das situações cotidianas, a fim de alcançar autoestima e bem-estar.

Esse sentimento vai muito além da saúde física. Ele também abrange o estado psicológico do indivíduo, seu grau de independência, como são suas relações sociais em casa ou em outras situações cotidianas, o significado do trabalho em sua vida, tempo para sono e lazer, rotina profissional, espiritualidade, aprendizagem e muito mais.

Mesmo que não haja uma definição estabelecida, alguns órgãos tentam especificá-la para calcular como anda o bem-estar social. O Índice de Desenvolvimento Humano, por exemplo, é uma maneira oficial e padronizada de medir a qualidade de vida da população de determinada região. Ele leva em consideração três dimensões:

vida longa e saudável: expectativa de vida ao nascer;
acesso ao conhecimento: média de estudo e anos esperados de educação formal;
padrão de vida decente: PIB/PPC per capita.
Em 1995, a Organização Mundial da Saúde (OMS), definiu a qualidade de vida como “a percepção do indivíduo de sua inserção na vida, no contexto da cultura e sistemas de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”.

Onde existe qualidade de vida?
Conforme vimos, a qualidade de vida pode se referir a vários aspectos, por isso é tão variável de pessoa para pessoa. Porém, alguns pilares são essenciais para que você possa ter o mínimo de bem-estar no seu dia a dia. Confira:

Saúde financeira e sucesso profissional
A saúde do bolso pode significar muito para algumas pessoas. Há aquelas que priorizam uma vida financeira estável, que permita um padrão confortável e com alguns luxos e, para elas, alcançar esse objetivo é conquistar qualidade de vida. Junto a isso caminha a realização profissional. Alcançar um objetivo na carreira, como uma posição de chefia, por exemplo, também pode ser considerado qualidade de vida para alguns.

No entanto, a realização no trabalho não se limita apenas a status ou salário. Ela se encaixa, principalmente, em enxergar significado no seu cargo. Quando o indivíduo percebe que sua profissão tem razão de existir e é importante numa estrutura social (tanto dentro quanto fora da empresa), sua produtividade aumenta.

Saúde mental e do corpo
A saúde psíquica e corporal é um dos parâmetros que devem ser priorizados para uma vida com qualidade. Ambas andam juntas e se equilibram.

Com a imensa quantidade de informações e o fácil acesso que a Internet traz para a nossa rotina, o número de doenças psicossomáticas tem aumentado. Depressão, ansiedade e obsessões são algumas delas, mas esse mundo conectado também trouxe novos problemas, como o efeito Google, o FoMO (fear of missing out) e o transtorno de dependência da Internet.

Uma rotina profissional intensa também pode acabar com a saúde mental. Segundo o Anuário do Sistema Público de Emprego e Renda do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), doenças de natureza psicológica estão entre as principais causas de afastamento por doenças do trabalho.

Portanto, ter um tempo para se desligar da rotina profissional, do celular e de outras situações estressantes é essencial. Separe um período do seu dia para simplesmente “não fazer nada”: dê uma volta no parque, passeie tranquilamente com os cães ou sente-se na grama para tomar um pouco de sol.

Já a saúde física, embora muito mais valorizada nos dias de hoje, acaba sendo lembrada apenas por motivos estéticos. No entanto, é comprovado que dietas restritivas geram efeito rebote em longo prazo. Além disso, a busca incessante por um corpo magro ou musculoso costuma gerar doenças como anorexia, vigorexia, ansiedade e depressão.

Um indivíduo saudável pode ser muito diferente de uma pessoa esteticamente aceitável. Uma rotina com alimentação de qualidade, exercícios físicos e exames médicos periódicos traz muito mais qualidade de vida que a busca pela imagem perfeita.

Lembre-se de que a saúde física interfere diretamente na mental: a prática constante de atividades libera endorfina, o hormônio do bem-estar, da alegria. Além disso, terapia, meditações e outros tratamentos que promovam saúde de forma integral são fundamentais.

Família e vida amorosa
Para algumas pessoas, qualidade de vida significa ter uma família e uma vida amorosa bem resolvida. Elas possuem um foco maior no relacionamento interpessoal, e gostam de trabalhar a segurança emocional e o convívio com outros grupos.

Com isso, sabem separar o lado pessoal do profissional, valorizando o tempo com a família e amigos. As relações amorosas também se tornam mais equilibradas.

Qualidade de vida pode ser diferente de pessoa para pessoa?
Como dito anteriormente, cada indivíduo tem a sua prioridade. Alguns acreditam que sua qualidade de vida está em ter uma vida financeira tranquila e confortável; outros pensam em constituir família, ter um relacionamento estável, conquistar a carreira dos sonhos, poder viajar tranquilamente no fim do ano ou ter mais tempo para o lazer ou para cuidar de si.

Cabe analisar quais aspectos da vida são mais importantes para você e, assim, entender quais pontos devem ser priorizados para obter mais qualidade de vida. Porém, pilares da saúde física e mental são essenciais para que você possa correr atrás de outros fatores importantes, como a realização pessoal e profissional.

Por que ter mais qualidade de vida?
Veja agora os benefícios que a busca por uma vida com bem-estar pode proporcionar:

Crescimento constante
Quem se preocupa com qualidade de vida sabe que, apesar da importância dos momentos de ócio, é bom não se acomodar. O aprendizado constante aumenta a plasticidade do cérebro, ou seja, a capacidade do órgão de se modificar e reter informações.

É um ciclo: quanto mais você aprende, mais aumenta a vontade de aprender. Além disso, o interesse em experimentar atividades diferentes aumenta seu ciclo social, amplia a gama de assuntos e melhora a saúde física e mental.

Saúde em dia
Buscar o bem-estar é procurar por saúde. Portanto, boa alimentação, exercícios físicos e check-up anual vão estar na sua rotina. Além disso, corpo e mente saudáveis são peças-chave para você alcançar outros objetivos de vida.

Valorização da família e amigos
As relações interpessoais são de extrema importância para a qualidade de vida. Criar laços estreitos com a família e os amigos aumenta a sensação de amparo, traz base emocional e auxilia na tolerância.

Além disso, quando você mantém relações saudáveis com quem está por perto, é muito mais fácil fazer amigos e manter contatos profissionais.

Velhice sem depressão
A qualidade de vida beneficia não só o momento presente, mas também o futuro. Uma rotina saudável proporciona uma velhice independente, cérebro saudável e vida social, além de evitar ou retardar o avanço de doenças degenerativas.

Leia também: bem estar

Como ter mais qualidade de vida?
Adote os seguintes hábitos para ter mais qualidade no seu dia a dia:

Inclua exercícios físicos na rotina
Como você notou, exercícios beneficiam tanto a saúde física quanto mental. Uma vida saudável inclui a prática de atividades por, pelo menos, três horas em cada semana.

Para não perder o foco, escolha uma atividade física que faça sentido para você. Não precisa ficar preso a uma academia. Corrida, natação e balé, por exemplo, são exercícios que fortalecem os músculos, melhoram a frequência cardíaca e aumentam a expectativa de vida. No entanto, consulte um médico antes de praticá-los.

Tenha uma boa alimentação
Os alimentos influenciam no seu desempenho nos esportes, na produtividade, foco e até mesmo no humor. Ter uma dieta equilibrada (baseada na reeducação alimentar) faz com que você consuma diariamente todos os nutrientes necessários para uma vida saudável.

Converse com um nutricionista e peça uma dieta que atenda a sua prioridade atual (ganhar massa muscular, aumentar a resistência física ou melhorar sua imunidade, por exemplo).

Faça terapia
Nem todos os problemas da vida podem ser superados por conta própria, então por que não começar uma terapia? Além de auxiliar no tratamento de doenças psicológicas, vícios e traumas, as sessões também proporcionam autoconhecimento, diminuem a tensão rotineira, aumentam a qualidade dos relacionamentos e a produtividade no trabalho.

Ao contrário do que se pensa, o paciente não fica “preso” na terapia. A quantidade ou frequência de sessões é decidida entre ele e o terapeuta.

Procure um coach
O coaching é uma metodologia de aperfeiçoamento pessoal e profissional. O coach, profissional capacitado para exercer a função, utiliza recursos variados para extrair o melhor de cada cliente (coachee).

Seu objetivo é ampliar as diversas inteligências de cada coachee. Ele adapta suas técnicas a fim desenvolver aquilo que é necessário para o cliente no momento, sempre estimulando sua evolução contínua.

Durma com qualidade
Uma boa noite de sono é essencial para um dia produtivo. Mas cuidado: compensar no fim de semana as noites mal dormidas nos dias úteis não traz efeito e pode até fazer mal. Portanto, procure dormir entre sete a oito horas por noite.

Continue estudando
O estudo traz vantagens de curto, médio e longo prazo. E não estamos falando apenas da educação formal: cursos de culinária, artesanato, novos idiomas e até uma prática esportiva estão dentro desse ciclo. O importante é não se acomodar e sair da zona de conforto. Você logo perceberá os efeitos benéficos na sua qualidade de vida.

Leia mais
Seguindo a prática dos estudos, que tal incluir mais leituras na sua rotina? Aproveite para fazê-las nos momentos que estiver preso no trânsito ou dedique um tempinho livre com autores que possam acrescentar algo em sua vida.

Em “Revolucione sua qualidade de vida ― navegando nas águas da emoção”, o psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Augusto Cury ensina como desenvolver sua inteligência emocional e a superar dificuldades. Já em “Treinando a emoção para ser feliz”, Cury aborda doenças que estão afetando a saúde mental e explica como trabalhar a emoção para ter uma autoestima fortalecida.

Como você pôde perceber, embora tenha algumas definições e padrões, a qualidade de vida é algo relativo, que depende de fatores pessoais e prioridades. No entanto, há pilares que, quando bem trabalhados, ajudam você a ter bem-estar e dias melhores. Portanto, não deixe de correr atrás de sua saúde física, mental, espiritual e profissional!