Categoria: Beleza

ESTETICA

ESTETICA

ESTÉTICA | CUIDADOS COM A PELE
Torne-se um esteticista
Quando você começa a comparar programas de cosmetologia, a estética é comum. Essas perguntas frequentes mostrarão por que muitos alunos seguem esse caminho e quais são as funções do especialista em cuidados com a pele. Existem muitos tipos de papéis profissionais em consultórios de spas e dermatologistas que os esteticistas podem seguir. Dedique alguns minutos para ver como você pode se tornar um esteticista e como localizar e comparar programas. Você também pode revisar a duração do curso e os resultados do currículo para programas de estética. E antes de seguir em frente, confira os requisitos do programa de esteticista e o custo para concluir seu treinamento.

Leia também: Bellacare

Sobre estética e cuidados com a pele
Cursos de Esteticista e Duração do Curso
Requisitos da escola de esteticista
Custo da escola de estética
PERSPECTIVA DA CARREIRA
qa
qa1

Annastasia
Estudante de estética e trabalho
@annastasiatheMUA

‘Eu amo isso, é muito divertido! Isso torna mais fácil quando é algo que você é apaixonado.

seta para baixo

Expandir para ler o seu dia na vida

Aprenda os benefícios de se tornar um esteticista profissional
A maioria dos estados exige esteticistas, ou especialistas em cuidados com a pele, para completar o treinamento e fazer um exame para se qualificar para o licenciamento. Normalmente, existem várias escolas de beleza que oferecem cursos e programas esteticistas na maioria das cidades.

Em alguns casos, os esteticistas devem concluir o treinamento em cosmetologia, portanto, verifique os requisitos do seu estado antecipadamente.

Se você está pensando em se tornar um esteticista, estamos aqui para ajudar! Abaixo, discutiremos os benefícios de se tornar uma esteticista e o que esperar ao longo do caminho.

‘Qual é a melhor escola de estética perto de mim?’
Se você já sabe que esta é a carreira certa para você, basta usar nosso site para se conectar com suas opções de escola de estética. Encontrar um treinamento de qualidade é o primeiro passo para uma carreira, não importa o que seu estado exige.

Use a busca para encontrar e contatar escolas estéticas hoje!
Onde você pode trabalhar com sua licença estética?
Depois de concluir seu treinamento de esteticista, você provavelmente terá uma boa idéia sobre a direção de sua carreira. Se você está apenas olhando para o campo, aqui estão alguns lugares que você pode planejar para desfrutar de uma carreira como esteticista:

Salões
Spas e retiros
Escritórios do médico
Centros de artes cirúrgicas
Salões de cílios e sobrancelhas
Escolas de beleza
Contadores e vendas de cosméticos no varejo
Escritórios de cirurgia plástica
Certifique-se de que você e seu orientador escolar estão na mesma página desde o primeiro dia, quando se trata de expectativas de carreira, e você vai longe …

Encontre uma escola de estética em seu estado
AL AK AZ AR CA CO DE DC FL GA HI ID IL EM IA KS KY LA ME MD MA MI MN MS MO NE MT NH NJ NM NY NC ND OH OK OU PA RI SC SD TN TX UT VT VA WA WV WI WY
Sucesso na carreira começa com a obtenção da sua licença estética
Quando você fala com as escolas sobre o treinamento para se tornar uma esteticista, mantenha sua conversa focada na carreira. Como você pode ver, os ambientes de trabalho para esteticistas vão além de salões e spas.

Além disso, aprender maquiagem, vendas no varejo e aplicação e outros cosméticos adicionais e tratamentos de cuidados com a pele na escola esteticista podem ajudá-lo a expandir suas oportunidades profissionais.

Você também deve perceber que trabalhar em um salão de beleza ou spa e trabalhar em um consultório de cirurgião plástico são dois ambientes de trabalho muito diferentes!

Quais são as melhores partes de trabalhar como esteticista ou especialista em cuidados com a pele?
Esta carreira pode ser pessoalmente gratificante por muitas razões.

Aqui estão alguns dos benefícios desta carreira, conforme relatado por aqueles que já estão na indústria da beleza …

Horários flexíveis. Ao contrário de muitas carreiras de 9 a 5 anos, o trabalho em salões e spas pode oferecer aos profissionais mais flexibilidade. Isso pode significar mais tempo com sua família e responsabilidades pessoais.
Ambiente divertido e descontraído. Claro, você precisa mantê-lo profissional, mas trabalhar como esteticista pode ser descontraído. Você será capaz de criar o clima suave e descontraído que você deseja em seu escritório, já que essa é a vibe que você quer passar para seus clientes.
Oportunidades de gestão. Depois de ganhar sua licença estética e ganhar alguma experiência, você pode provar que tem tudo para administrar o salão. Isso também pode prepará-lo para a posse do salão de beleza, que é um objetivo final sólido para qualquer esteticista.
Borboletas sociais por favor aplique. Muitos esteticistas adoram conhecer seus clientes. Esses ‘regulares’ são as pessoas que você espera ver todos os meses e compõem uma das partes mais recompensadoras dessa carreira.
Aumente a confiança do seu cliente – e a sua! Você adora fazer com que as outras pessoas se sintam 100 vezes melhor do que quando andaram no salão? Se fazer o bem para os outros faz você se sentir bem consigo mesmo, então esta pode ser a razão para se tornar um especialista em cuidados com a pele – sem dúvida.
Como uma escola de estética perto de mim pode me preparar para uma carreira?
Que tipo de benefícios estéticos na carreira você sonha? Você já contatou escolas? Não espere. Estenda a mão hoje para obter informações sobre escolas de estética em seu

Fonte: https://www.mulherk.com.br/bellacare-funciona-anvisa-preco-e-onde-comprar-colageno-bellacare/

5 tratamentos para rugas e linhas de expressão

5 tratamentos para rugas e linhas de expressão

Rugas e linhas de expressão podem ser tratadas com veneno de cobra. Quando somos jovens não damos muita importância aos cuidados que nossa pele necessita, não é mesmo? Mas depois dos 30 anos, a pele da mulher começa a mostrar os primeiros sinais de envelhecimento e o descuido anterior começa a nos mostrar a consequência. E só hidratação e o filtro solar já não são suficientes para garantir a firmeza e a vitalidade do rosto. Todas as nossas expressões faciais refletem-se nas rugas e linhas de expressão. Os primeiro sinais de envelhecimento da pele são rugas finas, manchinhas de sol e ressecamento causados pela diminuição da produção de colágeno e elastina, que causam redução da elasticidade e firmeza.

Saiba mais: Proteína asiática funciona

E você sabe a diferença entre rugas e linhas de expressão? As linhas de expressão são causadas pela movimentação da musculatura facial. Em uma pele jovem e com boa produção de colágeno e elastina, quando o movimento do músculo acaba a pele volta ao seu normal, sem deixar marcas. Já as rugas estáticas são linhas que permanecem na nossa pele, mesmo quando não estamos contraindo os músculos do rosto.

Veneno de cobra para tratar rugas e linhas de expressão Existem 5 tratamento bem comuns para tratar e eliminar linhas de expressão:

Cuidado contínuo com a pele – uso de protetor solar, anti-oxidantes, cremes antirrugas (anti-aging), ácidos específicos para o rejuvenescimento, etc. Esses cuidados básicos devem acompanhar qualquer outro tipo de tratamento para a pele do rosto.
Aplicação de Botox (ou toxina botulínica) – atua impedindo a contração exagerada da musculatura, tornando-a mais suave. Esse procedimento diminui as linhas de expressão e também trata um pouco das rugas estáticas do rosto.
Tratamento a Laser – traz ótimos resultados, principalmente por melhorar a flacidez e diminuir as rugas estáticas. Um dos tratamentos mais utilizados é o Laser de CO2 Fracionado.
Ginástica facial – Os músculos da face e do pescoço também precisam ser trabalhados e estimulados para atenuar rugas e linhas de expressão. É uma boa opção para evitar intervenções cirúrgicas ou comesticas.
Aparelhos de infravermelho e radiofrequência – estimulam a fabricação do colágeno e amenizam a flacidez da pele. A vantagem é que a aplicação é indolor, não produz cortes, nem furos e sua duração é de até dois anos.
Existem alguns outros cuidados que devem entrar na sua lista de como prevenir as rugas: limpar, tonificar e hidratar a pele duas vezes ao dia, usar produtos a base de retinol, beber pelo menos oito copos de água por dia e ter uma alimentação equilibrada, rica em vegetais, frutas e nutrientes essenciais.

O que causa rachadura nos pés

O que causa rachadura nos pés

Leia também: pés ressecados

Depois de um tempo você resolveu dedicar um pouco de atenção aos seus pés e percebeu que eles estão com rachaduras. Por que aconteceu isso?

Uma das possíveis ocorrências é quando a epiderme, camada externa da pele, sofre algum tipo de agressão, como o uso de calçados apertados ou abertos, por exemplo. Nesse caso, a pele perde a elasticidade e então as rachaduras começam a aparecer. Se não forem tratadas logo que surgirem, essas lesões podem ocasionar rachaduras nos pés. Saiba como tratá-las:

Descubra quais são as 5 doenças de pele mais comuns

Descubra quais são as 5 doenças de pele mais comuns

Melasma, dermatite seborreica, rosácea, alopecia areata e disidrose são as principais. Saiba mais sobre cada um e como tratá-las

Conheça as principais doenças de pele e saiba como tratá-las.

Regular a temperatura e proteger o corpo de bactérias e vírus é a principal função da pele, o maior órgão do corpo humano. Porém, tanta responsabilidade também faz deste órgão alvo de certas doenças que irritam, obstruem e inflamam sua extensão.

As doenças que atingem a derme podem se revelar bastante perigosas. Isto porque, apesar de serem benignas, podem mascarar uma doença grave: o câncer de pele. Manchas escuras na pele, presentes em doenças como o melasma, pode esconder o desenvolvimento de manchas conhecidas como melanoma, que são lesões cancerígenas.

Levando em conta a importância da prevenção e a identificação de cada patologia que atinge este orgão, A Revista da Mulher, com ajuda da Dra. Ana Carolina de Oliveira Gomes, dermatologista do CECAM, separou as cinco principais doenças de pele.

Leia também: 5 Problemas de pele

As cinco principais doenças de pele
1) Melasma
A doença é caracterizada por manchas escuras na pele, que aparecem no rosto, braços e colo, principalmente de mulheres entre os 20 e 50 anos. As manchas são benignas e não trazem riscos para a saúde.

Causas: não existe um único motivo que leva ao problema. Dentre os fatores que contribuem para o seu surgimento, além da exposição solar sem proteção, estão o uso de anticoncepcional e certos medicamentos, assim como fatores hormonais, predisposição genética e também alterações no organismo durante a gestação.

Tratamento: a principal forma de tratar a doença é se proteger do excesso de raios solares com uso protetor solar que seja, no mínimo, fator 30. Lembrando que o tratamento deve ser constante e contínuo. “Cremes clareadores à base de hidroquinona, ácido glicólico, ácido retinóico, ácido azelaico, entre outras substâncias são indicados”, explica a dermatologista.

2) Dermatite seborreica
Esta inflamação crônica afeta as áreas com grande número de glândulas sebáceas. A dermatite seborreica causa coceira, mancha avermelhada e descamação da pele no couro cabeludo, sobrancelhas, barba ou tórax masculino.

Causas: a doença seborreica é uma condição crônica que piora com o tempo frio e seco e com a fadiga, o estresse emocional, a ingestão de alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas ou banhos quentes.

Tratamento: não existe cura para a dermatite, mas com certos cuidados é possível controlar os sintomas. Nos casos leves, o xampu anticaspa é prescrito. Loções e cremes com corticoides também agem contra as lesões.

3) Rosácea
Apesar dos primeiros sintomas da rosácea serem facilmente confundidos com queimaduras solares, a vermelhidão, neste caso, se torna duradoura e vem acompanhada de lesões inflamadas, acne, secura ocular, irritação, inchaço e pele mais espessa nas bochechas, nariz, testa e queixo.

Causas: diversos fatores desencadeiam ou agravam a rosácea, como alimentos ou bebidas quentes, ingestão de bebida alcoólica, temperaturas extremas, banhos quentes, doenças gastrointestinais, hipertensão, situações de estresse, raiva ou vergonha, uso de coricosteroides e medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos.

Tratamento: o primeiro passo para tratar a rosácea é evitar os fatores que dilatam os vasinhos do rosto e provocam vermelhidão. Há casos em que a prevenção e o uso de protetor solar são suficientes. “Produtos tópicos, como metronidazol, ácido azelaico e peróxido de benzoila diminuem a inflamação”, diz Ana Carolina. Solução de oximetozolina e brimonidina controlam o vermelhidão, assim como certos antibióticos, podendo haver associação com o tratamento a laser.

4) Alopecia Areata
É caracterizada pela queda de cabelo ou de pelos em áreas arredondadas ou ovais do couro cabeludo ou de outras partes do corpo. Após a perda dos fios, o cabelo geralmente nasce branco, mas depois volta a cor normal. Concomitante à alopecia, é comum ter outras doenças associadas, como o vitiligo e distúrbios da tireoide, por exemplo. Não é considerada uma doença grave nem contagiosa.

Causa: Apesar de sua causa não ser totalmente conhecida, o que se sabe é que o sistema imunológico ataca os folículos capilares, causando a perda dos fios de forma abrupta. O estresse também é um fator que contribui para o seu surgimento.

Tratamento: A alopecia pode ser tratada com injeções de cortisona, minoxidil tópico, entre outros medicamentos, dependendo da extensão da doença e da estabilidade. A Dra. Ana Carolina acrescenta que como a causa da doença não é conhecida, não é possível preveni-la. “Porém, sabemos que a diminuição do estresse contribui de forma importante para a prevenção. Usar maquiagens, lenços e perucas para disfarçar a área de rarefação também ajuda o paciente a evitar constrangimentos”, explica a especialista.

5) Disidrose
Uma inflamação na pele provoca acúmulo de líquido que gera pequenas bolhas, que, ao serem estouradas, deixam a pele escamosa e mais espessa que o habitual. As áreas mais afetadas são as palmas das mãos e as solas dos pés.

Causas: a tendência hereditária é o principal fator para o desenvolvimento desta inflamação. A mudança brusca de temperatura e o contato com metais, como cromo, cobalto e níquel também desencadeiam as crises.

Tratamento: controlar o estresse é essencial. “Geralmente as crises têm resolução espontânea em uma a três semanas. Medicação tópica amenizam os sintomas, sendo o tratamento oral raro”, finaliza Ana Carolina.

7 dicas de como eliminar a flacidez corporal

7 dicas de como eliminar a flacidez corporal

7 dicas de como eliminar a flacidez corporal
O que é a flacidez?
A flacidez corporal nada mais é do que um acúmulo de pele em regiões do corpo que começam a perder a elasticidade. É um problema que atinge mulheres com mais frequência, devido alterações na produção de colágeno e elastina causada pelas variações hormonais constantes.

Muitas mulheres se queixam de flacidez na região das coxas e glúteos, braços e principalmente na barriga. Essas queixas são muito comuns em pessoas que passam por dietas ou procedimentos para emagrecimento que causam perda de peso rápida. Com as fibras de sustentação da pele enfraquecidas, o corpo não retorna a tonicidade anterior.

O que causa a flacidez corporal?
A flacidez vem principalmente da causa mais natural que conhecemos, o envelhecimento. Naturalmente, com o tempo, as fibras de colágeno e elastina que sustentam a nossa pele enfraquecem e deixam de dar à pele aquele aspecto jovem e saudável. Mas é claro que existem outros fatores que aceleram esse processo, entre eles as variações de peso constantes, como já citado. Além dessas, a flacidez também pode ser causada por:

Leia também: Flacidez o que é

Excesso de exposição ao sol

Genética

Sedentarismo

A boa notícia é que com pequenos cuidados no dia a dia a você pode retardar os efeitos do tempo, evitando a flacidez e até mesmo eliminando-a em certas regiões do corpo.

Veja abaixo, 7 dicas de como controlar esse problema de uma vez por todas!

Cuide bem da sua alimentação
cuidar da alimentacao ajuda contra flacidez

A primeira dica é ficar de olho no que você come. Uma alimentação saudável é imprescindível para quem deseja manter a boa aparência, e principalmente evitar uma pele flácida. É claro que isso não significa manter uma dieta rigorosa e ficar longe das coisas gostosas. Existem alimentos saudáveis e deliciosos que ajudam no combate à flacidez e também te ajudarão a manter o bom humor.

Veja alguns exemplos:

Kiwi, morango e cenoura
Esses alimentos são ricos em vitaminas C, E e A. São oxidantes que combatem os radicais livres, principais responsáveis pelo envelhecimento da pele e consequentemente pela flacidez. Além disso, a vitamina C é essencial para a formação do colágeno, que como vimos, dá sustentação a nossa pele.

Peixe, peito de frango, feijão e lentilha
Esses alimentos, além de deliciosos, são fontes de proteínas magras. São proteínas de qualidade que ajudam na formação do colágeno e massa magra.

Abacate e aveia
O abacate parece gorduroso e pesado, mas você pode incluí-lo sem medo na sua alimentação. As gorduras do abacate são gorduras boas, fazem bem para o coração e contribuem no aumento da elasticidade da pele. Já a aveia possui sílica, mineral que atua na formação do colágeno. Esses dois alimentos incluídos na dieta ajudam no combate à flacidez corporal.

2. Evite a exposição excessiva ao sol
Os raios ultravioleta são extremamente nocivos à epiderme e a derme, camada mais profunda da pele. É na derme que se encontra o colágeno. A exposição solar em excesso pode destruir a estrutura das fibras e comprometer a sustentação da pele. Por esse motivo, o sol em abundância é uma das principais causas da flacidez, que neste caso, é resultado do envelhecimento precoce.

É obrigatório o uso do protetor solar para quem quer manter uma pele saudável e firme. Mas é importante lembrar que, mesmo com o uso do protetor, recomenda-se evitar a exposição prolongada à luz solar.

3. Coma gelatina
É comprovado que a gelatina é um ótimo suplemento de colágeno. O consumo diário desse alimento, além de saciar aquela vontade de comer doces durante o dia, ajuda a melhorar significativamente a elasticidade da pele e na manutenção do bom aspecto das unhas e dos cabelos.

4. Hidrate-se sempre
beber agua ajuda contra a flacidez

A elasticidade da pele está diretamente relacionada com a sua hidratação. Todo mundo sabe que a maior parte do nosso corpo é composta por água. A pele pouco hidratada possui pouca elasticidade e não conseguirá voltar a sua forma anterior caso você tenha passado por um processo de perda de peso, deixando assim a flacidez corporal evidente. Por isso é importantíssimo que você se mantenha sempre bem hidratada para manter uma boa aparência da pele.

5. Pratique exercícios regularmente
pratica de exercicios fisicos contra flacidez

Quando praticamos exercícios físicos com frequência trabalhamos mais a respiração e como consequência, melhoramos a circulação sanguínea. Isso garante que os nutrientes que ingerimos cheguem onde devem chegar e mantenham a saúde dos nossos tecidos e órgãos, inclusive da pele. Não adianta ingerir todo o colágeno do mundo, se ele não puder ser bem distribuído pelo corpo.

A prática de exercícios, além de contribuir na queima de gordura e na boa aparência, garante que você esteja sempre disposta e bem humorada.

Se você não gosta muito de praticar exercícios, seja por falta de tempo ou motivação, é sempre bom lembrar que existem formas agradáveis e divertidas de manter a forma e o bom humor.

6. Faça massagens
massagens corporais contra flacidez

Quem não gosta de uma bela massagem para relaxar depois de um dia estressante? Uma boa massagem, além de relaxar os músculos, também tem o poder de combater a pele flácida. Isso porque, com a técnica correta, os movimentos irão diminuir a inflamação da camada de gordura, e eliminar toxinas.

Para quem deseja eliminar a flacidez corporal, a drenagem linfática e a massagem modeladora são ótimas soluções. A drenagem estimula o sistema linfático, diminuindo a retenção de líquidos e diminuindo o inchaço. Já a massagem modeladora estimula a circulação e tonifica a musculatura.

Mantendo sessões regulares de massagens, é possível obter resultados na perda de medidas, redução da celulite e da flacidez.

Ps: É muito importante que as massagens sejam realizadas por profissionais capacitados.

7. Invista em tratamentos estéticos
Existe sempre a opção dos tratamentos estéticos que podem acelerar muito o resultado esperado. A carboxiterapia, por exemplo, é comprovadamente eficaz no combate à flacidez, pois estimula muito a circulação, e principalmente a produção de colágeno. Outra opção são os aparelhos Manthus e o Heccus, que combinam ultrassom e correntes polarizadas e estímulos elétricos que atuam no sistema linfático, melhoram a circulação e diminuem as células de gordura.

Por último ainda temos o VelaShape, um aparelho que combina a radiofrequência, infravermelho e pressão negativa para um tratamento eficaz da celulite, flacidez e modelagem corporal. A técnica trata desde a superfície da pele até os tecidos mais profundos.

Ter acompanhamento profissional em qualquer processo de emagrecimento ou tratamento estético é muito importante para garantir um bom resultado. Por isso é sempre bom conhecer e entender com o que cada profissional pode contribuir durante a jornada pela boa forma e bem estar.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto ou queira saber de mais dicas, entre em contato com a gente! Deixe um comentário abaixo ou agende uma avaliação gratuita. Será um prazer ajudar você a se cuidar! 😉

Veja 7 alimentos para manter a pele saudável no verão

Veja 7 alimentos para manter a pele saudável no verão

Nutricionista explica o benefício de cada um deles e garante que mudanças simples na dieta podem adiar os sinais causados pela idade

Enfrentar esse calorão acima dos 30ºC, que anda fazendo em grande parte das cidades brasileiras, exige muito do corpo.
Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos
cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época. Mas bons hábitos alimentares são fundamentais para para nutrir as células do corpo e garantir a saúde da pele.
Cleonice Pereira, nutricionista que atende pela plataforma GetNinjas, dá dicas de sete alimentos para que devem ser consumidos nos dias mais quentes. — Se fizermos algumas mudanças simples na dieta podemos melhorar muito a condição da
pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela

Leia também: Pele saudável como manter

Enfrentar esse calorão acima dos 30ºC, que anda fazendo em grande parte das cidades brasileiras, exige muito do corpo.
Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos
cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época. Mas bons hábitos alimentares são fundamentais para para nutrir as células do corpo e garantir a saúde da pele.
Cleonice Pereira, nutricionista que atende pela plataforma GetNinjas, dá dicas de sete alimentos para que devem ser consumidos nos dias mais quentes. — Se fizermos algumas mudanças simples na dieta podemos melhorar muito a condição da
pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela idade

Abacate: Fonte de vitaminas E, C e antioxidantes, o abacate
ajuda na hidratação e brilho da pele

Melancia: Rica em vitamina e minerais, como A, C e B6, fósforo,
potássio, cálcio, magnésio e ferro, contribui também para a hidratação de todos
os órgãos, lembrando que a pele é o maior órgão do corpo humano
Amora: A fruta devolve o aspecto sadio da pele, pois é
riquíssima em antioxidantes que combatem os radicais livres – responsáveis por
danificar as células e causar sinais de envelhecimento
Linhaça: A ação positiva que a linhaça causa na saúde
intestinal afeta diretamente a pele. Além disso, o ômega 3 presente no alimento
é um forte colaborador na sustentação da pele e do sistema imunitário. — O
consumo regular dessa semente maravilhosa, rica fonte de ômega 3, deixa a pele
mais hidratada, suave e com um tônus firme
Maçã: Além de ser um alimento quase completo, que cuida da
saúde ocular e previne várias patologias, a fruta também é excelente para ajudar as células na restauração e proteção contra o
envelhecimento precoce
Cenoura: Além de ser um dos alimentos mais ricos em
betacaroteno – potente antioxidante responsável por sua cor alaranjada -, a
cenoura é fonte poderosa de fibras e minerais, como fósforo, potássio, cálcio e
sódio, vitamina A, B2, B3 e C. Todos esses nutrientes são responsáveis por
manter o bom estado da pele e das mucosas e contribui para a cor saudável da
pele, podendo ser usada de várias formas: cruas, cozidas ou em sucos

Manga: Responsável pelo rejuvenescimento, a fruta é fonte de
vitamina e também é rica em antioxidantes. Além de combater os radicais livres,
a manga é capaz de regenerar a cútis, evitando rugas, linhas de expressão e
remover as toxinas existentes no organismo

Além desses alimentos,
Cleonice Pereira reforça a importância das oleaginosas, como castanha de caju,
amêndoas, coco e castanha do Pará, que são um bom suporte de minerais e boas
gorduras, melhoram a elasticidade e combatem infecções, além de fornecerem
colágeno para a pele
Próximo
Enfrentar esse calorão acima dos 30ºC, que anda fazendo em grande parte das cidades brasileiras, exige muito do corpo. Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época.

Mas bons hábitos alimentares são fundamentais para para nutrir as células do corpo e garantir a saúde da pele. Cleonice Pereira, nutricionista que atende pela plataforma GetNinjas, dá dicas de sete alimentos para que devem ser consumidos nos dias mais quentes.

— Se fizermos algumas mudanças simples na dieta podemos melhorar muito a condição da pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela idade

Bichectomia,O que é? Onde vive? Como se reproduz?

Bichectomia,O que é? Onde vive? Como se reproduz?

Brincadeiras à parte, o nome assusta, mas na verdade, a Bichectomia consiste na cirurgia de retirada da gordura existente na face conhecida como “bola de bichat” (agora o nome da cirurgia faz todo sentido, não é mesmo?).

Também conhecida como cirurgia da bochecha e muito popular na Colômbia e no México, este procedimento vem ganhando espaço no Brasil para quem quer ter um rosto mais fino.

A bola de Bichat é basicamente uma estrutura de gordura também chamada de corpo adiposo bucal localizada na região das bochechas que confere formato arredondado ao rosto.

Por herança genética ou excesso de peso, muitas vezes essa estrutura é maior do que o desejado. Quando o corpo adiposo passa a incomodar esteticamente é possível resolver o problema com uma cirurgia plástica chamada Bichectomia ou Lipectomia Jugal.

Trata-se de uma cirurgia com recuperação rápida, baixo custo e resultado satisfatório, despertanto assim o interesse de tantos brasileiros.

Leia também: Bichectomia

Como pré-requisitos para o procedimento, o mais importante é que seja feita a avaliação profissional quanto à elegibilidade e quais são as expectativas da paciente quanto ao tratamento. Também é importante que o paciente faça os exames pré-cirúrgicos, que incluem hemograma completo, coagulograma e glicemia, para ver se ele está em condições de saúde para realizar a cirurgia. É também indispensável a avaliação de um cardiologista.

A cirurgia é realizada por meio de pequena incisão dentro da boca bem em cima da bola de bichat em cada lado da face com anestesia local, com ou sem sedação, ou anestesia geral. A duração do procedimento é de aproximadamente 40 a 60 minutos e é suturada com pontos absorvíveis. O paciente recebe alta no mesmo dia e pode voltar as suas atividades no dia seguinte ou no máximo na primeira semana após o procedimento.

O resultado esperado após a bichectomia é um afinamento discreto do rosto. Pessoas com bochechas mais proeminentes podem notar um contraste e afinamento maior. Além disso, pessoas com o rosto mais redondo devido a taxas altas de gordura corporal podem não notar tanta diferença.

É importante ressaltar que após os anos, o rosto começa a sofrer uma perda de gordura. Por isso mesmo, pessoas que se submetem a essa cirurgia podem precisar de preenchimentos posteriormente, para recuperarem uma aparência mais jovial.

Para finalizar, vale lembrar que a bichectomia pode ser associada a outros procedimentos (cirúrgicos ou não) como rinoplastia, lifting facial, preenchimentos com ácido hialurônico e etc.

Com promessa de efeitos potentes, máscaras faciais são nova febre E

Com promessa de efeitos potentes, máscaras faciais são nova febre

Entenda a onda, saiba como e quando usar e conheça os produtos mais indicados para cada efeito

A modelo russa Irina Shayk é adepta das máscaras faciais em seus rituais de beleza
A modelo russa Irina Shayk é adepta das máscaras faciais em seus rituais de beleza Foto: Instagram/ @mimiluzon

As máscaras faciais são o produto do momento no universo da beleza. Popular entre as asiáticas, só recentemente elas conquistaram de vez seu lugar na rotina de cuidados com o rosto do resto do mundo – e não à toa: há cada vez mais tipos disponíveis no mercado, pensados para diferentes tipos de pele, idades e funções. Alguns são indicados para diminuir a oleosidade, enquanto outros ajudam a iluminar e até rejuvenescer a pele.

LEIA TAMBÉM:
Descubra quais são os cuidados e produtos favoritos das tops para o verão
O grande diferencial das máscaras em relação aos cremes tradicionais é seu rápido poder de ação. Para a Dra. Mayara Bravo, dermatologista da All Clinik, o produto está na moda porque é versátil: “Elas são fáceis de aplicar e têm efeito muito rápido”. Isso porque o cosmético contém princípios ativos, como vitamina C, mel ou aloe vera, em altas quantidades. Como esses nutrientes cobrem a pele por completo, ela fica mais propícia a absorvê-los, graças à quantidade aplicada e também ao seu tempo de permanência sobre a face.

Leia também: Máscara de pepino funciona

“A alantoína, um ativo hidratante muito usado em cosméticos, costuma aparecer com uma concentração de 0,2% em cremes comuns. Já nas máscaras, podem estar em até 1%. O ácido acetilsalicílico, utilizado em produtos para tratar a acne e a oleosidade, aparece em uma concentração de até 3% nas máscaras, enquanto em outros produtos não passa de 0,5%”, afirma a Dra. Fernanda Casagrande, médica pós-graduada em Dermatologia Clínica e Estética e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Justamente por esse motivo, o produto não pode ser usado com tanta frequência. O ideal, segundo as especialistas, é que a aplicação aconteça uma vez por semana. “É importante seguir os protocolos de uso do fabricante”, alerta a Dra. Fernanda.

Outra personalidade adepta do produto é a apresentadora Chrissy Teigen
Outra personalidade adepta do produto é a apresentadora Chrissy Teigen Foto: Instagram/ @chrissyteigen

Como escolher o tipo certo?

Como a cartela de opções disponíveis no mercado é imensa, é importante focar no resultado desejado na hora de escolher o produto. “Vale prestar atenção no princípio ativo de cada máscara, que vai indicar como ela age na sua pele. Ela pode ter vitamina C, que apresenta um poder antioxidante; pode ter esfoliantes, que iluminam a pele instantaneamente; podem ter ácido hialurônico, que tem poder umectante e deixa a face mais hidratada, com viço”, explica a Dra. Mayara Bravo.

“Preste atenção nos componentes para evitar alergias, na data de validade, no tempo de permanência no rosto indicado no rótulo e na indicação para o tipo de pele”, avisa a médica.

Elas realmente funcionam?

É fato: as máscaras faciais realmente contribuem para a rotina de cuidados com o rosto. Mas não adianta contar somente com elas na busca por uma pele mais bonita e saudável. “A grande questão é que elas não substituem o cuidado diário indicado para as necessidades de cada tipo de pele”, esclarece Mayara. “As máscaras são recomendadas para o uso semanal (ou quinzenal, dependendo de seu princípio ativo), mas como um complemento da rotina de tratamentos”.

Para que o produto tenha um efeito mais potente e não agrida a pele, é importante lavar bem o rosto antes da aplicação. “Em casos de pele mais oleosa e com acne, você pode até usar um sabonete de esfoliação antes da máscara. Se quiser uma hidratação maior, pode usar um esfoliante em creme para remover as células mortas; assim, os ativos da máscara conseguem penetrar melhor na pele”, segundo a Dra. Fernanda Casagrande.

Sheet masks

Sucesso entre modelos e atrizes, as sheet masks são um tipo de máscara seca que tem funcionado como alternativa prática aos cremes mais densos. São folhas com o formato do rosto, descartáveis, embaladas em sachês individuais, feitas de materiais finos e maleáveis, como a fibra de tecido.

“Como as sheet masks têm o princípio ativo coberto por uma folha, elas contam com uma potência otimizada, já que os nutrientes penetram melhor na pele”, conta a Dra. Mayara Bravo. “É preciso ter cuidado na escolha: se você tem tendência à acne, pode ser que uma máscara com função hidratante piore essa condição. Mas elas são boas soluções para uma melhoria rápida na pele, apesar de o efeito ser passageiro”.

Para a Dra. Fernanda, outro ponto positivo das máscaras de tecido é a praticidade. “Você não precisa lavar o rosto na hora de retirar, além de poder levar para viagens e eventos com facilidade”, diz ela.

Biotina: O Que É e Para Que Serve?

Biotina: O Que É e Para Que Serve?

Também conhecida como vitamina B8, vitamina B7, ou vitamina H, a biotina é uma das vitaminas que fazem parte do Complexo B. Ela é essencial ao ser humano, e por se tratar de um composto hidrossolúvel (absorvido pelo intestino e levado aos tecidos através da circulação), precisa de reposição diária, já que o corpo não pode armazená-la, por isso faz com que o excesso seja expelido na urina.

Função da Biotina
A biotina trabalha no organismo como uma enzima, processando as gorduras, açúcares, proteínas e carboidratos, gerando energia para o corpo e produzindo ácidos que mantém a pele, as unhas e os cabelos em bom estado. Ela também atua no sistema nervoso como calmante.

Onde encontramos a Biotina

Existem muitos alimentos onde podemos encontrar essa vitamina, entre eles estão: leite e derivados (como queijo, manteiga e iogurte), carne de boi, aves e peixes, gema de ovo, nozes, soja, aveia, gérmen de trigo, espinafre, couve-flor, arroz integral e frutas (principalmente laranja, melão, abacaxi, banana, morango, melancia e abacate).

Os que possuem grandes quantidades de biotina são: gema de ovo, soja, leite e peixe. Mesmo após o cozimento, a vitamina permanece sem alterações.

Leia também: o que é Biotina

É importante saber que a clara do ovo crua inibe a absorção da biotina no corpo. Mas isso só acontece se o ovo estiver cru. A clara cozida ou frita não representa nenhum problema para a biotina. A ingestão frequente de bebidas alcoólicas também reduz significativamente a absorção dessa vitamina.

Também é possível encontrar a biotina em cápsulas vendidas em farmácias. Algumas possuem uma fórmula pronta e outras são encomendadas em farmácias de manipulação. Mas para tomar esses complementos é necessário o acompanhamento de um médico, geralmente dermatologista, pois além de ser mais seguro, para comprar esses produtos é preciso ter em mãos uma receita médica.

Leia Também:
Sucos Emagrecedores
Conheça a Dieta da USP

Nem mais, nem menos, apenas o necessário!
Benefícios da biotina: Os principais benefícios da biotina são: fortalecimento das unhas, combate à queda de cabelo, renovação da pele e redução do colesterol. Apesar de não ser esse o principal foco da biotina, ela também pode auxiliar nos tratamentos de emagrecimento, já que atua no processamento das proteínas, carboidratos e gorduras.

Efeitos da falta de biotina no corpo: Apesar de não ocorrer com muita frequência, a deficiência de biotina pode acontecer em pessoas que passaram por uma desnutrição grave de proteínas, em pessoas alcoólatras ou pelo consumo excessivo de clara de ovo crua ou de medicamentos para epilepsia.

Essa deficiência pode causar dores musculares, problemas dermatológicos, seborréia, queda de cabelo, furúnculos, flacidez, perda de apetite, colesterol alto, anemia e até depressão.

Reações ao excesso de biotina: Não há casos conhecidos de efeitos causados pelo excesso dessa vitamina, pois, como falamos anteriormente, o corpo absorve apenas a quantidade necessária para a sua função diária e depois elimina o excesso pela urina. Portanto, não adianta tomar doses altas de biotina. O ideal é que ela seja consumida diariamente em quantidade suficiente. São recomendadas doses de 100 a 200 microgramas por dia (facilmente absorvidas numa alimentação diária equilibrada).

Biotina engorda?
Não. A biotina não causa aumento de peso. Como vimos, ela é essencial para o bem estar do nosso corpo e está relacionada a alimentos saudáveis e à redução do colesterol.

Também não podemos afirmar que ela por si só emagrece, mas a verdade é que se aliada a um tratamento de emagrecimento e a uma dieta balanceada, pode gerar bons resultados para quem quer perder peso. Por isso é comum encontrar biotina na fórmula de inibidores de apetite, onde somam o seu papel de transformar as proteínas e carboidratos em energia à outras vitaminas e componentes.

Adquira hábitos alimentares saudáveis, inclua não apenas a biotina na sua dieta, mas também alimentos de todas as classes: carboidratos, fibras, proteínas, aminoácidos, lipídeos, outras vitaminas e minerais. Não faça dietas por conta própria. Procure um médico e siga suas orientações.

Saiba como usar o colágeno e quais são seus benefícios

Saiba como usar o colágeno e quais são seus benefícios

Os benefícios do colágeno na estética são bastante conhecidos por contribuir com a beleza da pele. Mas ele também tem grande influência na saúde do corpo como um todo, especialmente para a integridade das juntas e articulações.

Com o passar do tempo a produção de colágeno entra em queda, sendo necessária a sua reposição, especialmente para as mulheres. Elas produzem menos colágeno do que os homens, com isso, os efeitos da sua diminuição na pele e nas articulações tendem a aparecer primeiro nelas.

Neste artigo, você vai conhecer os benefícios e como usar essa proteína tão importante para o organismo. Vamos lá?

O que é o colágeno?
O colágeno é a principal proteína do corpo humano, estima-se que aproximadamente 1/3 da proteína do nosso organismo seja formada por ela. Sua principal função é dar firmeza, elasticidade e suporte à pele. Ele é responsável por produzir fibras que dão sustentação para o corpo e é encontrado nos cabelos, nas unhas, nos dentes, nos ossos, nas articulações e nas cartilagens.

Leia também: Skin renov

Apesar de ser produzido naturalmente pelo organismo, a partir dos 25 anos de idade sua produção começa a diminuir e aos 30 anos essa queda se torna drástica; em pessoas que sofrem com mudanças hormonais, rotinas estressantes ou que abusam do álcool, cigarros e açúcar, a redução de colágeno pode acontecer ainda mais cedo, por isso, uma reposição de colágeno hidrolisado deve ser providenciada tão logo se perceba essa necessidade, através da ingestão de suplementos que contenham peptídeos de colágeno em tamanho de molécula ideal para prevenir diversos males e fornecer o aporte necessário para a manutenção da saúde, principalmente, cutânea, capilar e das unhas.

Leia também: Nutren Beauty

Os sintomas da sua diminuição são percebidos em todo o corpo. Nos cabelos é possível notar a diminuição da espessura dos fios. No rosto, o aparecimento de rugas e linhas de expressão. Na pele, os efeitos aparecem na redução da elasticidade, da hidratação e no aumento da flacidez. E no corpo, o impacto acontece na redução da densidade dos ossos e no enfraquecimento dos ligamentos e articulações.

Com o passar dos anos, a comunidade científica de pesquisadores, nutricionistas, médicos e farmacêuticos reconheceram que ingerir colágeno é uma necessidade atual e comprovaram que não adianta ser qualquer colágeno. Sabe-se que a gelatina comum e até os pés de frango que muitos estão habituados a consumir possuem grande concentração de colágeno, mas esse colágeno contém aminoácidos com tamanho de partículas que nosso corpo ainda precisa quebrar para diminuir seu tamanho e deixá-lo pronto para absorção e utilização; o que é bem diferente nos suplementos de colágeno hidrolisado que temos no mercado.

Para exemplificarmos vamos explicar sobre o colágeno hidrolisado Racco, matéria-prima base de produtos de qualidade e de resultados comprovados: o colágeno hidrolisado recebe esse nome por ter passado por um processo chamado “hidrólise” ou “quebra”, onde seus aminoácidos estão com tamanho de partícula ideal para nosso organismo absorver e utilizá-lo sem a necessidade de reação interna alguma, pois essa quebra (hidrólise) foi realizada e extremamente controlada pela indústria europeia fabricante dessa matéria-prima; esses pedacinhos de colágeno, também chamados de peptídeos de colágeno, são os ideais para o nosso organismo já os utilizar de imediato e, por isso, apenas 5 gramas ao dia farão a diferença na obtenção dos benefícios propostos.

Quais são os seus benefícios?

Quando pensamos em colágeno, normalmente, lembramos do bem que ele faz para a pele. Entre os seus vários benefícios, podemos citar:

— aumenta a elasticidade e firmeza da pele;

— retarda o aparecimento de rugas e linhas de expressão;

— fortalece os cabelos e as unhas;

— previne a celulite;

— melhora o aspecto das estrias e da celulite.

Pesquisadores da USP de Ribeirão Preto comprovaram os benefícios do colágeno para a pele.

Como incluí-lo na sua rotina?
O colágeno também pode ser encontrado na cartilagem e no osso do boi. Existe no mercado várias opções para a suplementação por meio da alimentação e de cosméticos, como vamos mostrar a seguir:

Nas versões em pó e em cápsulas
O colágeno hidrolisado é uma das formas mais eficazes de suplementação, devido a sua pureza e facilidade para ser absorvido pelo organismo. Ele estimula a produção de colágeno devido a suas altas concentrações de aminoácidos que compõem as proteínas nos seres vivos, como a lisina, prolina, hidroxiprolina e alanina. Lembrando que esses aminoácidos do colágeno hidrolisado devem estar em tamanho de partícula ideal para serem bem e totalmente utilizados pelo organismo; por isso, quanto mais o tamanho dessas partículas de aminoácidos se aproximarem do que nosso organismo precisa, menor quantidade diária será sugerida para consumo e os benefícios serão visíveis e comprovados em poucos dias de ingestão.

A versão em pó não tem gosto e pode ser diluída na água, no suco ou no iogurte. O recomendado é a ingestão de 5 gramas por dia, o que equivale a uma colher de sobremesa. Além de melhorar a aparência e a elasticidade da pele, ele contribui para a prevenção do aparecimento de unhas e cabelos quebradiços e também aumenta a sensação de saciedade por mais tempo, contribuindo para a ingestão de menos calorias ao longo do dia e auxilia nos processos de redução ou manutenção do peso corporal. Além disso, ele não tem gordura, não engorda e não aumenta a retenção de líquidos.

As cápsulas são ainda mais práticas para consumir no dia a dia, pois podem ser levadas para todo lugar, o Maxxi 30+ RACCO, que além de fornecer colágeno hidrolisado em tamanho de partícula ideal, possui associações de vitaminas e minerais que potencializam e estimulam a produção natural de colágeno pelo organismo.

Apesar de não haver contraindicações, não consuma além da recomendação diária indicada na embalagem e converse com o seu médico ou nutricionista antes da ingestão de qualquer suplemento alimentar.

Na composição de produtos de beleza

O colágeno também está presente em produtos de uso tópico. O colágeno, em conjunto com outros ativos, podem ser encontrados em máscaras faciais, hidratantes corporais e cremes firmadores. O uso desses produtos atuam diretamente na pele, contribuindo para a sua hidratação e elasticidade.

Na alimentação
Alguns alimentos estimulam a produção e a melhor absorção de colágeno. Eles são fontes de diversos nutrientes, como o selênio, o zinco e as vitaminas A, C e E. Por isso, inclua na sua alimentação a ingestão de carnes vermelhas, carnes magras, como o frango e peixe, ovo, verduras, legumes, frutas e oleaginosas. Além de fazer bem para a saúde, esse é mais um motivo para ter uma dieta balanceada, não é? No caso de vegetarianos ou veganos, a ingestão de alimentos ricos em proteínas vegetais e vitaminas será essencial. Lembrando que todas as formas de suplementação de colágeno tem origem animal.

O colágeno é uma proteína muito importante pois impacta na saúde do corpo por dentro e por fora. Quando os níveis de produção dele caem, não deixe de incluir na rotina a sua reposição. Ela pode ser feita por meio da alimentação, de cosméticos e da ingestão de suplementos alimentares na forma de cápsulas, bebidas ou em pó.

8 Formas eficazes de acabar com varizes e veias varicosas

8 Formas eficazes de acabar com varizes e veias varicosas

Muitas pessoas vêm sofrendo com veias varicosas e inchaço nas pernas em decorrência do trabalho, que geralmente exige horas e horas sentado diante do computador. Além disso, algumas peças de roupa acabam afetando a circulação sanguínea. Estatísticas apontam que as veias varicosas afetam mais de 20% dos adultos nos Estados Unidos. Quando o problema está em sua etapa inicial, existem formas de reduzir a gravidade dos sintomas e prevenir o avanço das veias varicosas. E o bom é que a maioria dessas técnicas podem ser aplicadas em casa.

Assim como qualquer outro problema de saúde, as veias varicosas devem ser tratadas da maneira correta. O Incrível.club reuniu os métodos mais seguros e eficazes para combater o aparecimento desse problema.

Mas lembre-se: diante de qualquer sinal de agravamento do problema, procure a ajuda de um especialista. A seguir, as dicas:

1. Levantar as pernas

Levantar as pernas pode aliviar consideravelmente os sintomas causados pelas veias varicosas e pelo inchaço nas pernas, desde que estejam em estágio inicial. Para que o método seja eficiente, você precisa levantar as pernas acima do nível do coração. Tente mantê-las nessa posição por 20 minutos, 3 a 4 vezes por dia. Uma boa ideia é ler um livro enquanto isso. O tempo vai passar sem que você perceba!

2. Meias de compressão

O uso de meias de compressão durante o dia pode ser mais útil que qualquer outro tratamento caseiro. Se estiver sentindo incômodo ou dor nas pernas, experimente utilizar essas meias. Elas comprimem as veias e evitam que o sangue flua para trás.

Elas apertam mais as pernas do que as meias comuns, mas ajudam as veias e os músculos das pernas para que o sangue chegue ao coração com mais facilidade. Alguns testesdemonstraram que meias de compressão podem reduzir ou prevenir o inchaço que costuma aparecer no fim do dia. Pessoas que viajam muito, passam muito tempo de pé e/ou muito tempo sentado trabalhando no escritório são as que especialmente devem apostar nas meias de compressão.

3. Dieta preventiva e controle do peso

Assim como fazer exercícios físicos regularmente, ter uma boa alimentação é a solução para muitos problemas de saúde. Um corpo que está saudável por dentro parecerá saudável por fora. Inclua em sua dieta mais alimentos ricos em vitaminas C e E, já que eles são ótimas fontes de antioxidantes para seu organismo. A vitamina C é necessária para a fabricação de colágeno e elastina para manter a saúde das veias. E a vitamina E reduz o aparecimento das aranhas vasculares nas pernas.

Não esqueça dos alimentos com alto teor de fibras, pois eles ajudam a evitar a prisão de ventre e reduzem a pressão sobre as veias. Consuma mais aveia, linhaça, ervilha, feijão, maçã e alimentos integrais.

O excesso de peso não provoca veias varicosas. No entanto, elas costumam ser resultado de vários fatores que, por sua vez, estão associados ao excesso de peso. Hábitos prejudiciais, falta de exercício, dieta desequilibrada e um estilo de vida sedentário podem levar ao surgimento de veias dilatadas ou varicosas. Nossa sugestão é que você controle seu peso para evitar fazer muita pressão nas pernas.

4. Remédios fitoterápicos

Um estudo demonstrou que algumas ervas medicinais podem causar um efeito positivo perante os sintomas de insuficiência venosa, como inchaço, câimbras e aquilo que é conhecido como síndrome das pernas inquietas.

Alguns suplementos, como o extrato de semente de uva, a rutina ou rutósido e uma planta chamada gotu kola são conhecidos como bons tratamentos contra veias varicosas. Eles estão disponíveis em cápsulas, pílulas e pomadas.

Consulte seu médico antes de tomar qualquer suplemento fitoterápico para se assegurar de que eles não irão interferir nos medicamentos que você esteja eventualmente tomando.

5. Atividade física

Praticar atividade física regularmente é a chave para tratar diversos problemas de saúde. No caso das veias varicosas, especialmente naqueles diagnosticados na fase inicial, os exercícios físicos são ótimas medidas de prevenção. No entanto, é preciso escolher uma atividade que não exagere na pressão exercida nas pernas. De maneira geral, não se recomenda a prática da corrida, pois pode piorar o inchaço.

Quanto mais você se movimenta, mais rápido o sangue circula das veias ao coração. E é justamente isso que elimina os sintomas desagradáveis das veias varicosas. Os exercícios físicos que aumentam a circulação sanguínea e são eficazes no combate ao problema são caminhadas diárias, alongamentos, yoga e flexão dos tornozelos.

Leia também: Varicell funciona

6. Estilo de vida diferente

As mudanças no estilo de vida podem diminuir os incômodos causados pelas veias varicosas. Por exemplo, evite passar longos períodos de pé ou sentado, especialmente caso trabalhe num escritório. Mude de posição com frequência para impedir a diminuição do fluxo sanguíneo. E se possível, levante-se e faça pequenos exercícios de alongamento.

Evite usar salto alto durante um tempo prolongado. Não é que você precise abrir mão dos seus sapatos prediletos, mas não passe o dia inteiro com eles. Os saltos mais baixos tonificam os músculos da panturrilha e favorecem o fluxo de sangue pelas veias.

7. Massagens suaves

As massagens ajudam na boa circulação do sangue no corpo, especialmente nas pernas (onde as veias varicosas costumam aparecer). A principal técnica para massagem como tratamento para o problema é fazendo movimentos suaves, evitando fazer pressão com os dedos sobre as veias inchadas, mas sim ao redor delas. Exerça uma suave pressão com a palma da mão ou use as pontas dos dedos para massagear, indo dos calcanhares aos tornozelos, de forma ascendente. Caso sinta dor ou outro tipo de incômodo, pare a massagem e coloque as pernas para cima.

Por si só, massagem suave não é capaz de reduzir por completo as veias varicosas, mas pode mudar drasticamente a sensação incômoda que elas causam, melhorando o fluxo sanguíneo nas extremidades.

8. Para veias grandes que “alimentam” as aranhas vasculares: remoção com laser

Um dos tratamentos médicos mais comuns contra veias varicosas é a ablação (remoção) com laser. Esse método costuma ser aplicado quando nenhum dos métodos mencionados anteriormente funciona, e quando o inchaço e os sintomas ficam cada vez mais desagradáveis.

Uma sonda com laser na extremidade é colocada através da veia. O lase é aquecido e cauteriza as paredes das veias, fazendo com que o sangue deixe de fluir através delas. Em seguida, a veia é eliminada com um dispositivo de extração.

O procedimento deixa alguns hematomas nas pernas, mas não deixa cicatrizes e é muito mais simples que uma cirurgia tradicional.

Creme Hidratante Firmador

Creme Hidratante Firmador

Oi Amores!! Hoje vou falar de um creme que estou amando!! Por isso fiz a Resenha do Firmador da Nívea pra vocês.

Além de ter um preço excelente, paguei em torno de R$ 18,00 no supermercado; ele é realmente eficiente.

Este creme tava esquecido no meu guarda-roupa no inverno e assim que esquentou voltei a usá-lo, daí me lembrei do quanto ele é maravilhoso e precisava compartilhar isso com vocês!!

Vamos a Resenha
O que a Marca Fala:
NIVEA LOÇÃO FIRMADORA Q10
NIVEA Loção Firmadora Q10, hidrata intensamente a pele enquanto melhora visivelmente a firmeza da pele em apenas 2 semanas.

Sua poderosa fórmula com o exclusivo “Energy Complex”, com Coenzima Q10 e L- Carnitina, enriquecido com Creatina, que juntos estimulam a renovação celular, transformam gordura em energia, ajudando a reduzir a gordura localizada* e prevenindo a flacidez.

Leia também: Cremes firmadores bula

*Teste in vitro

COMO FUNCIONA
– Fortalece a pele e ajuda a prevenir a flacidez;

– Estimula a renovação celular e melhora visivelmente a firmeza da pele.

Pele visivelmente mais firme em apenas 2 semanas*

Leia também: comprar Skin renov

* Mulheres de 25 a 55 anos confirmam: pele visivelmente mais firme neste período (duas semanas). Resultados podem variar de acordo com as características da pele de cada uma.

Aplique o produto diariamente em todo o corpo, massageando a pele com movimentos circulares. Este produto não é indicado para uso no rosto.

Precauções:

Uso externo. Não é indicado para uso no rosto. Não é protetor solar. Em caso de irritação, suspenda o uso e procure orientação médica. Manter em local seco e arejado, ao abrigo de luz e fora do alcance de crianças. Este é um produto cosmético, não ingerir.

Resenha em Vídeo do Firmador Nívea:

Fotos do meu Firmador da Nívea:

Loção espalhada na mão.

Minhas Considerações Finais:
A embalagem é plástica e resistente. A tampa abre fácil e é fácil de retirar o produto.

O cheiro é suave e agradável. A textura lembra um creme levemente oleoso, mas absorve rápido e não fica melado nem pegajoso.

A Nívea promete melhora em duas semanas de uso, eu vejo diferença em 4 dias. A pele fica mais hidratada e macia e a celulite começa a melhorar. Quanto a firmeza da pele, realmente demora um pouco mais para ver os resultados.

O preço é excelente.

Estou apaixonada por essa Loção Firmadora da Nívea! Vale cada centavo. Funciona mesmo!!

Ótimo custo benefício.

A Nívea está de Parabéns!!

Colágeno: emagrece, deixa a pele firme e protege os ossos

Colágeno: emagrece, deixa a pele firme e protege os ossos

Saiba como tirar proveito dos inúmeros benefícios dessa substância

O sucesso do colágeno hidrolisado não é de hoje. Há pelo menos três anos ele conquistou o público feminino com a promessa de firmar a pele e amenizar a fome. De lá para cá, a procura por essa substância – até então encontrada apenas em cápsula, sachê e bala manipulada -, triplicou. E, para acompanhar a demanda, as opções de produtos prontos com colágeno hidrolisado também aumentaram bastante. É só dar uma olhada na prateleira das farmácias e supermercados: além de balas e bombons de diferentes formatos, ele pode ser encontrado em águas aromatizadas, barrinha de cereais e até granola.

E as mulheres, claro, são as maiores consumidoras. Mas será que funciona mesmo? Ainda há poucas pesquisas científicas sobre o assunto, mas a maioria delas afirma que, sim, o colágeno ajuda a combater os quilinhos extras e a adiar o envelhecimento precoce.

O segredo dessa substância está no fato de ser uma proteína que o próprio organismo é capaz de produzir. Uma de suas principais funções é formar as fibras que dão sustentação à pele. Cabelo, unhas, ossos e cartilagens (tecidos que amortecem as articulações) também são beneficiados. Ou seja, ela garante que o corpo funcione bem por dentro e fique bonito por fora.

Confira também: Quer reforçar seu colágeno? Vá de chá de hibisco e vitamina C. O que é colágeno em pó

Porém, pesquisas mostram que, a partir dos 30 anos, mesmo com uma alimentação balanceada, há uma perda anual em torno de 1%. Dos 50 anos em diante, a queda é bem mais drástica. A produção de colágeno cai para apenas 35%, em média. “O que as mulheres mais sentem é a redução da elasticidade e a hidratação da pele”, alerta a nutricionista Tatiana Pimentel, de Santos (SP). Daí para aparecer rugas, celulite e flacidez é um pulo. É por isso que muitos nutricionistas, nutrólogos e dermatologistas consideram a suplementação com o colágeno hidrolisado importante a partir dos 30 anos e essencial depois dos 50.

Colágeno na dose certa
Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno presente nos suplementos deve ser hidrolisado – ou seja, passar pelo processo de hidrólise (quebra pela água das moléculas de proteína) para que possa ser absorvido facilmente pelo organismo. Nesse formato, ele é considerado alimento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, portanto, você pode comprá-lo sem prescrição médica.

Leia também: Skin renov

Mas, para obter os efeitos esperados, precisa acertar na dose. Em uma avaliação da Clínica Medcin Instituto da Pele, em São Paulo, os pesquisadores observaram que o consumo de 5 gramas de colágeno por dia, durante seis meses, foi capaz de melhorar a pele das pacientes entre 35 e 60 anos. Houve um aumento de 5,5% na firmeza e 10% na elasticidade. Mas a maioria dos especialistas recomenda uma dose um pouco maior: de 8 a 10 gramas de colágeno por dia.

Amigo da perda de peso
Quem está na faixa dos 20 pode ficar tranquila: ainda não é hora de aderir a doses extras dessa proteína. Uma dieta caprichada em alimentos que estimulam o organismo a produzir colágeno é suficiente.

Leia também: comprar Colágeno em pó

Agora, se você vive estressada, fuma, abusa do sol e dos doces, ele começa a falhar mais cedo. Resultado: “A elasticidade da pele fica comprometida, surgindo flacidez e até estrias”, diz a dermatologista Carmem Durazzo, da Clínica Cliniderm, em São Paulo. E, sozinha, a dieta pode não dar conta. A suplementação pode ser indicada antes dos 30 anos para auxiliar na perda de peso, pois ameniza e adia a fome.

E mais: Colágeno: por que o suplemento é bom para a saúde e ajuda no esporte

“Diluído na água ou no suco, o colágeno em pó preenche o estômago rapidamente e faz com que o processo de esvaziamento aconteça mais devagar, prolongando a sensação de saciedade”, explica a nutricionista Sheila Mustafá, da Clínica Sheila Mustafá Nutrição e Estética, em São Paulo. Com isso, você consome menos calorias e emagrece e, ainda, diminui o risco de ficar flácida.

“O colágeno ajuda a manter a pele hidratada, melhorando a qualidade das fibras de sustentação”, complementa Sheila. Se você tiver oportunidade, consulte um profissional que possa prescrever o suplemento de acordo com suas necessidades. O resultado, com certeza, vai ser ainda melhor!

Dieta com colágeno
O suplemento não diminui a importância de uma dieta rica em alimentos que estimulam a produção de colágeno no organismo. Essa lista inclui carne magra, frango, peixe e ovo (especialmente a clara). Invista também em legumes, verduras, frutas e castanhas. “Eles têm os nutrientes (vitaminas A, C e E, selênio e zinco) que garantem a absorção do colágeno”, avisa o nutrólogo Mohamad Barakat, de São Paulo.

E a gelatina de caixinha? A proteína usada na composição não é hidrolisada (ou seja, é difícil de ser absorvida). Mas não deixa de ser uma boa opção de sobremesa leve. Apenas tenha o cuidado de escolher um tipo sem corantes artificiais, pois são substâncias que prejudicam a pele.

Bom para quem malha
Se você malha, tem mais um bom motivo para adotar o suplemento: ele é aliado das articulações. Em 2006, durante o encontro do American College of Sports Medicine, em Indianápolis, nos Estados Unidos, a apresentação de um estudo alemão com 100 atletas, de 15 a 80 anos, mostrou que o consumo de colágeno hidrolisado traz uma melhora importante nas articulações. Após 12 semanas consumindo 10 gramas do suplemento por dia, 79% dos participantes apresentaram maior mobilidade dos joelhos e dos quadris. A maioria relatou menos dor nessas articulações ao realizar exercícios de esforço e ao subir escada. Uma parte dos atletas também teve menos desconforto nos ombros.

Diferentes formas do suplemento
Sachê: é a versão mais indicada para diminuir a fome e prolongar a saciedade. O conteúdo de um sachê costuma ter o colágeno hidrolisado na dose diária recomendada – ou seja, de 8 a 10 gramas. Há ainda a opção de você mandar manipular o pó, que pode ser diluído na água, no suco ou no iogurte.

Cápsula: atende a quem não gosta do sabor adocicado do pó. Mas, para atingir a dose diária, você tem de consumir de 10 a 12 cápsulas por dia. E não traz a mesma saciedade da primeira versão.

Água aromatizada: algumas marcas concentram na garrafinha, geralmente entre 300 e 360 mililitros, a dose diária recomendada de 10 gramas de colágeno.

Bala: essa opção costuma oferecer em torno de 1,5 grama de colágeno por unidade. É bem pouco, mas vale para complementar o consumo diário da proteína. A bala também tem a vantagem de estimular a mastigação, além de enganar a vontade de comer um docinho.

Bombom: assim como a bala, tem pouco colágeno. Consuma-o como opção de um docinho que traz um benefício extra.

Granola, barra de cereais & cia.: optar por esses produtos também ajuda a complementar a dose diária de colágeno. Mas cuidado com os produtos carregados de açúcar e corantes – substâncias com fama de prejudicar a qualidade da pele.