Categoria: Beleza

Evite a pele flácida

Evite a pele flácida

Embora o enfraquecimento da pele seja em parte inevitável, há também fatores que você pode influenciar. Começando com um estilo de vida saudável. Ignore os cigarros, assegure um sono adequado, coma alimentos saudáveis, beba bastante água e evite o máximo possível do sol. Nós apostamos que você percebe a diferença?

O cuidado de pele certo contra a pele flácida

Numerosos soros e cremes podem ser encontrados em prateleiras de cosméticos que prometem uma pele mais firme. O efeito de todos esses cremes nem sempre foi comprovado. O que é um fato é que a pele bem cuidada parece mais saudável, mais vital e, portanto, mais firme.

Limpe a pele duas vezes por dia e escolha produtos suaves que hidratam a pele e não sequem.

Leia também: Colágeno Hidrolisado Anvisa

Um ritual de cuidado completo contra a flacidez da pele consiste preferencialmente de:

  • Limpe duas vezes por dia com um limpador suave.
  • Cuidado com um soro reafirmante e hidratante.
  • Cuidados com um creme de dia hidratante, de preferência com ácido hialurônico e um fator de proteção solar (FPS).
  • Uma casca suave duas vezes por semana para remover as células mortas da pele e manter a superfície da pele lisa.
  • Cuidado com um creme de noite hidratante e restaurador.

Tratamentos contra flacidez da pele

Vários tratamentos são possíveis para prevenir a flacidez da pele. Isso pode ser tanto procedimentos cirúrgicos quanto peelings e tratamentos a laser. Abaixo você encontrará uma visão geral.

Procedimentos cirúrgicos para remover a flacidez da pele

Se você tem muita flacidez e flacidez, a cirurgia geralmente é o único procedimento efetivo. Existem vários procedimentos cirúrgicos que podem ser usados ​​para apertar a pele flácida:

  • Pele flácida no rosto e rugas profundas: um facelift , S-lift ou MACS-lift .
  • Pele flácida no pescoço: um elevador no pescoço .
  • Pele abdominal flácida: uma correção da parede abdominal .
  • Pele flácida nos braços: um elevador de braço .
  • Pele flácida nas pernas: um coxa elevador .

Outros tratamentos e terapias de endurecimento da pele

Além de procedimentos cirúrgicos, há também mais e mais outras terapias e tratamentos para apertar a pele flácida. Pense em tratamentos a laser, peelings e endurecimento da pele com a ajuda da energia de radiofrequência (eMatrix).

Uma casca (química) contra a flacidez da pele

Uma pele flácida muitas vezes pode ser feita consideravelmente mais apertada com um peeling químico . Um peeling profissional é o tratamento para quem quer uma pele mais macia e firme, mas não quer passar por baixo da faca. Um exemplo de peeling químico é a popular casca de TCA .

Peeling de TCA
peeling de TCA é um peeling profundo que aborda a pele completamente. Este peeling químico é utilizado para aliviar a flacidez da pele do rosto, mas também é aplicado no pescoço, decote e mãos.

As seguintes queixas de pele podem ser tratadas com uma casca de TCA:

  • Linhas finas no rosto.
  • Pequenas imperfeições da pele.
  • Descolorações da pele (por exemplo, manchas de pigmentação clara).
  • Cicatrizes de acne.
  • Poros grandes.
  • Uma pele desatualizada e flácida.

O resultado de um peeling de TCA é uma pele mais fresca e mais firme. Linhas e rugas são reduzidos. A pele também é geralmente mais suave após uma casca de TCA.

Tratamento com laser de CO2 contra a pele flácida

O tratamento com laser pode estimular a pele a produzir mais colágeno.

Com um tratamento a laser de CO2 , pequenos orifícios são disparados na pele com um laser. Os raios laser removem a camada superior da pele. Ao mesmo tempo, a pele é aquecida sob a superfície da pele. Isso libera calor, fazendo com que a pele produza mais colágeno e elastina. O resultado é uma pele mais firme.

Comparado a uma casca de TCA, o tratamento com laser de CO2 é um tratamento mais eficaz para a flacidez da pele.

Uma vantagem adicional é que a pele continua a melhorar por mais quatro a seis meses após o tratamento com laser de CO2. Em este artigo você pode ler mais sobre o laser de CO2.

Como a calvície ocorre nos homens?

Como a calvície ocorre nos homens?

Tornar-se careca tem a ver com a hipersensibilidade aos hormônios. A instrução desempenha um papel importante nisso.

Hormens de hipersensibilidade
Os pêlos crescem dos folículos pilosos. Folículos pilosos estão em quase toda a pele, exceto nas palmas das mãos e solas dos pés. Quando careca, os folículos pilosos são hipersensíveis aos hormônios masculinos. Isso diz respeito principalmente à testosterona . Homens e mulheres têm esses hormônios. Como os folículos pilosos são hipersensíveis aos hormônios masculinos, os folículos pilosos acabam desaparecendo.

Leia também: Keranize funciona

Família
Há calvície em sua família? Então há uma boa chance de você também se tornar careca.

Muitos hormônios masculinos
Às vezes, a calvície é causada por muitos hormônios masculinos. Isso pode ser porque você usa esteróides anabolizantes (para musculação).

O que você pode fazer se você se tornar careca?

Existem muitos remédios para a calvície à venda, como loções, cremes e xampus (por exemplo, com cafeína). O efeito desses agentes não foi comprovado. Também uma dieta ou pílulas de vitaminas não ajudam.

Você tem carecas? Proteja seu couro cabeludo bem contra o sol. Use boné ou chapéu. E esfregue o couro cabeludo calvo com protetor solar. Desta forma, você limita o risco de câncer de pele.

Você está sendo careca com esteróides anabolizantes? Então pare isso. Então seu cabelo pode crescer de volta. Isso nem sempre acontece. Por exemplo, depende de quantos folículos pilosos já desapareceram pela cintura. Os folículos pilosos que desapareceram não retornarão. E o mesmo acontece com o crescimento do cabelo.

A calvície deve ser tratada em homens?

A calvície não precisa ser tratada. Faz parte do envelhecimento. Não diz nada sobre quão saudável ou insalubre você é.

Você sofre de calvície? Por exemplo, porque você ainda é jovem ou porque deixa você inseguro? Então seu médico pode prescrever um medicamento.

A droga minoxidil

Seu médico pode prescrever loção de minoxidil para a calvície. Você aplica essa loção duas vezes ao dia ao couro cabeludo que fica careca.

O minoxidil tem (alguns) efeitos em aproximadamente 1 em 6 pessoas. Somente após 6 meses pode ser visto se a lubrificação ajudou. Se parar de tomar este medicamento, a calvície continuará.

O minoxidil pode causar irritação no couro cabeludo. Você tem uma doença cardiovascular? Então é melhor não usar o minoxidil.

A finasterida droga

Seu médico pode prescrever finasterida . Você toma 1 comprimido uma vez ao dia. Os médicos prescrevem este medicamento apenas aos homens. Não há evidências de que esse medicamento atue em mulheres.

A finasterida tem (algum) efeito em aproximadamente 1 dos 4 homens. Somente após 6 meses você pode ver se o remédio ajudou você. Se você parar de tomar finasterida, a calvície continuará.

Você pode obter os seguintes efeitos colaterais com finasteride:

  • problemas de ereção;
  • sexo menos extravagante;
  • humor deprimido;
  • baixa qualidade de sementes e infertilidade;
  • um risco aumentado de câncer de mama;
  • aumento do valor de PSA (da próstata).

Como está indo com medicação de calvície?

Se você começou a tomar um medicamento, você terá contato com seu médico após 2 a 4 semanas. O médico irá discutir como você está indo. E se você tem algum efeito colateral.

Você tem algum efeito colateral desagradável? Então é melhor parar de tomar o remédio.

Você tem poucos ou nenhum efeito colateral? Então você pode continuar com a medicação. O médico verifica após 6 meses se o medicamento funcionou bem.

  • O medicamento não funcionou bem? Então pare com isso. Você também pode tentar o outro remédio.
  • Será que a droga tenha funcionado bem? Então você pode continuar com isso.

Não se sabe por quanto tempo você pode usar a medicação. O efeito e os efeitos colaterais com o uso a longo prazo são desconhecidos. Discuta seu uso de medicação com seu médico.

O que causa perda de cabelo?

O que causa perda de cabelo?

Os médicos não sabem por que certos folículos capilares são programados para ter um período de crescimento mais curto do que outros. No entanto, vários fatores podem influenciar a queda de cabelo:

Leia também: Hair Loss Blocker funciona

  • Hormônios , como níveis anormais de andrógenos (hormônios masculinos normalmente produzidos por homens e mulheres)
  • Genes , tanto de pais masculinos quanto femininos, podem influenciar a predisposição de uma pessoa para a calvície masculina ou feminina.
  • Estresse, doença e parto podem causar queda de cabelo temporária. Micose causada por uma infecção fúngica também pode causar perda de cabelo.
  • Drogas , incluindo drogas quimioterápicas usadas no tratamento do câncer , diluidores do sangue , bloqueadores beta-adrenérgicos usados ​​para controlar a pressão arterial e pílulas anticoncepcionais , podem causar queda de cabelo temporária.
  • Queimaduras, ferimentos e raios X podem causar queda de cabelo temporária. Em tais casos, o crescimento normal do cabelo geralmente retorna uma vez que a lesão cicatriza, a menos que uma cicatriz seja produzida. Então, o cabelo nunca vai regredir.
  • A doença autoimune pode causar alopecia areata. Na alopecia areata, o sistema imunológico acelera por razões desconhecidas e afeta os folículos pilosos. Na maioria das pessoas com alopecia areata, o cabelo volta a crescer, embora temporariamente possa ser muito fino e possivelmente uma cor mais clara antes da coloração normal e do retorno da espessura.
  • Procedimentos cosméticos , como lavagem com frequência, permanentes, branqueamento e tingimento de cabelo podem contribuir para o enfraquecimento geral do cabelo, tornando o cabelo fraco e quebradiço. A trança apertada, usando rolos ou rolos quentes, e picar o cabelo através de cachos apertados também podem danificar e quebrar o cabelo. No entanto, esses procedimentos não causam calvície. Na maioria dos casos, o cabelo cresce normalmente se a origem do problema for removida. Ainda assim, danos graves ao cabelo ou couro cabeludo, por vezes, causam manchas carecas permanentes.
  • Condições médicas. Doença da tireoide , lúpus , diabetes , anemia por deficiência de ferro , distúrbios alimentares e anemia podem causar queda de cabelo. Na maioria das vezes, quando a condição subjacente é tratada, o cabelo retornará, a menos que haja cicatrizes, como em algumas formas de lúpus, líquen plano ou distúrbios foliculares.
  • Dieta. Uma dieta com baixo teor de proteínas ou com restrição severa de calorias também pode causar queda de cabelo temporária.

A ciência por trás da MPB

A ciência por trás da MPB

A alopecia androgenética, ou calvície de padrão masculino, pode ser atribuída a um pequeno hormônio complicado que existe em todos os nossos corpos. Dihydrotestosterone (conhecido como DHT) é um primo distante da testosterona, e o fator mais importante na calvície masculina. A exposição a esse hormônio faz com que os folículos pilosos em certas áreas do couro cabeludo gastem mais tempo descansando e menos tempo crescendo. Esse processo é chamado de miniaturização.

Leia também: Hair Loss Blocker 

As áreas do couro cabeludo mais afetadas são a coroa, os templos e a linha do cabelo. Por que essas áreas? É onde os folículos são geneticamente mais sensíveis ao DHT. Sim, isso mesmo – a calvície de padrão masculino está em grande parte relacionada à sua composição genética. Mas, como acontece com todos os tipos de perda de cabelo, há outros fatores em jogo.

Genes, hormônios e idade

Genética, hormônios e idade todos desempenham um papel importante na progressão da calvície masculina. Se esse tipo de perda de cabelo é codificado em seus genes, é muito provável que você experimente a queda de cabelo em algum momento de sua vida. Mas quando isso ocorre, quão rápido ele progride e qual será o resultado final será ditado por uma mistura de idade e hormônios.

Alguns homens experimentam calvície de padrão masculino em uma idade particularmente jovem, devido a fatores genéticos e hormônios. Alguns homens podem notar um desbaste muito lento durante toda a sua vida, aumentando ligeiramente à medida que envelhecem. Isso varia entre os indivíduos – e, infelizmente, não há como prever o que a experiência de perda de cabelo de cada pessoa acarretará.

ESTETICA

ESTETICA

ESTÉTICA | CUIDADOS COM A PELE
Torne-se um esteticista
Quando você começa a comparar programas de cosmetologia, a estética é comum. Essas perguntas frequentes mostrarão por que muitos alunos seguem esse caminho e quais são as funções do especialista em cuidados com a pele. Existem muitos tipos de papéis profissionais em consultórios de spas e dermatologistas que os esteticistas podem seguir. Dedique alguns minutos para ver como você pode se tornar um esteticista e como localizar e comparar programas. Você também pode revisar a duração do curso e os resultados do currículo para programas de estética. E antes de seguir em frente, confira os requisitos do programa de esteticista e o custo para concluir seu treinamento.

Leia também: Bellacare

Sobre estética e cuidados com a pele
Cursos de Esteticista e Duração do Curso
Requisitos da escola de esteticista
Custo da escola de estética
PERSPECTIVA DA CARREIRA
qa
qa1

Annastasia
Estudante de estética e trabalho
@annastasiatheMUA

‘Eu amo isso, é muito divertido! Isso torna mais fácil quando é algo que você é apaixonado.

seta para baixo

Expandir para ler o seu dia na vida

Aprenda os benefícios de se tornar um esteticista profissional
A maioria dos estados exige esteticistas, ou especialistas em cuidados com a pele, para completar o treinamento e fazer um exame para se qualificar para o licenciamento. Normalmente, existem várias escolas de beleza que oferecem cursos e programas esteticistas na maioria das cidades.

Em alguns casos, os esteticistas devem concluir o treinamento em cosmetologia, portanto, verifique os requisitos do seu estado antecipadamente.

Se você está pensando em se tornar um esteticista, estamos aqui para ajudar! Abaixo, discutiremos os benefícios de se tornar uma esteticista e o que esperar ao longo do caminho.

‘Qual é a melhor escola de estética perto de mim?’
Se você já sabe que esta é a carreira certa para você, basta usar nosso site para se conectar com suas opções de escola de estética. Encontrar um treinamento de qualidade é o primeiro passo para uma carreira, não importa o que seu estado exige.

Use a busca para encontrar e contatar escolas estéticas hoje!
Onde você pode trabalhar com sua licença estética?
Depois de concluir seu treinamento de esteticista, você provavelmente terá uma boa idéia sobre a direção de sua carreira. Se você está apenas olhando para o campo, aqui estão alguns lugares que você pode planejar para desfrutar de uma carreira como esteticista:

Salões
Spas e retiros
Escritórios do médico
Centros de artes cirúrgicas
Salões de cílios e sobrancelhas
Escolas de beleza
Contadores e vendas de cosméticos no varejo
Escritórios de cirurgia plástica
Certifique-se de que você e seu orientador escolar estão na mesma página desde o primeiro dia, quando se trata de expectativas de carreira, e você vai longe …

Encontre uma escola de estética em seu estado
AL AK AZ AR CA CO DE DC FL GA HI ID IL EM IA KS KY LA ME MD MA MI MN MS MO NE MT NH NJ NM NY NC ND OH OK OU PA RI SC SD TN TX UT VT VA WA WV WI WY
Sucesso na carreira começa com a obtenção da sua licença estética
Quando você fala com as escolas sobre o treinamento para se tornar uma esteticista, mantenha sua conversa focada na carreira. Como você pode ver, os ambientes de trabalho para esteticistas vão além de salões e spas.

Além disso, aprender maquiagem, vendas no varejo e aplicação e outros cosméticos adicionais e tratamentos de cuidados com a pele na escola esteticista podem ajudá-lo a expandir suas oportunidades profissionais.

Você também deve perceber que trabalhar em um salão de beleza ou spa e trabalhar em um consultório de cirurgião plástico são dois ambientes de trabalho muito diferentes!

Quais são as melhores partes de trabalhar como esteticista ou especialista em cuidados com a pele?
Esta carreira pode ser pessoalmente gratificante por muitas razões.

Aqui estão alguns dos benefícios desta carreira, conforme relatado por aqueles que já estão na indústria da beleza …

Horários flexíveis. Ao contrário de muitas carreiras de 9 a 5 anos, o trabalho em salões e spas pode oferecer aos profissionais mais flexibilidade. Isso pode significar mais tempo com sua família e responsabilidades pessoais.
Ambiente divertido e descontraído. Claro, você precisa mantê-lo profissional, mas trabalhar como esteticista pode ser descontraído. Você será capaz de criar o clima suave e descontraído que você deseja em seu escritório, já que essa é a vibe que você quer passar para seus clientes.
Oportunidades de gestão. Depois de ganhar sua licença estética e ganhar alguma experiência, você pode provar que tem tudo para administrar o salão. Isso também pode prepará-lo para a posse do salão de beleza, que é um objetivo final sólido para qualquer esteticista.
Borboletas sociais por favor aplique. Muitos esteticistas adoram conhecer seus clientes. Esses ‘regulares’ são as pessoas que você espera ver todos os meses e compõem uma das partes mais recompensadoras dessa carreira.
Aumente a confiança do seu cliente – e a sua! Você adora fazer com que as outras pessoas se sintam 100 vezes melhor do que quando andaram no salão? Se fazer o bem para os outros faz você se sentir bem consigo mesmo, então esta pode ser a razão para se tornar um especialista em cuidados com a pele – sem dúvida.
Como uma escola de estética perto de mim pode me preparar para uma carreira?
Que tipo de benefícios estéticos na carreira você sonha? Você já contatou escolas? Não espere. Estenda a mão hoje para obter informações sobre escolas de estética em seu

Fonte: https://www.mulherk.com.br/bellacare-funciona-anvisa-preco-e-onde-comprar-colageno-bellacare/

 

5 tratamentos para rugas e linhas de expressão

5 tratamentos para rugas e linhas de expressão

Rugas e linhas de expressão podem ser tratadas com veneno de cobra. Quando somos jovens não damos muita importância aos cuidados que nossa pele necessita, não é mesmo? Mas depois dos 30 anos, a pele da mulher começa a mostrar os primeiros sinais de envelhecimento e o descuido anterior começa a nos mostrar a consequência. E só hidratação e o filtro solar já não são suficientes para garantir a firmeza e a vitalidade do rosto. Todas as nossas expressões faciais refletem-se nas rugas e linhas de expressão. Os primeiro sinais de envelhecimento da pele são rugas finas, manchinhas de sol e ressecamento causados pela diminuição da produção de colágeno e elastina, que causam redução da elasticidade e firmeza.

Saiba mais: Proteína asiática funciona

E você sabe a diferença entre rugas e linhas de expressão? As linhas de expressão são causadas pela movimentação da musculatura facial. Em uma pele jovem e com boa produção de colágeno e elastina, quando o movimento do músculo acaba a pele volta ao seu normal, sem deixar marcas. Já as rugas estáticas são linhas que permanecem na nossa pele, mesmo quando não estamos contraindo os músculos do rosto.

Veneno de cobra para tratar rugas e linhas de expressão Existem 5 tratamento bem comuns para tratar e eliminar linhas de expressão:

Cuidado contínuo com a pele – uso de protetor solar, anti-oxidantes, cremes antirrugas (anti-aging), ácidos específicos para o rejuvenescimento, etc. Esses cuidados básicos devem acompanhar qualquer outro tipo de tratamento para a pele do rosto.
Aplicação de Botox (ou toxina botulínica) – atua impedindo a contração exagerada da musculatura, tornando-a mais suave. Esse procedimento diminui as linhas de expressão e também trata um pouco das rugas estáticas do rosto.
Tratamento a Laser – traz ótimos resultados, principalmente por melhorar a flacidez e diminuir as rugas estáticas. Um dos tratamentos mais utilizados é o Laser de CO2 Fracionado.
Ginástica facial – Os músculos da face e do pescoço também precisam ser trabalhados e estimulados para atenuar rugas e linhas de expressão. É uma boa opção para evitar intervenções cirúrgicas ou comesticas.
Aparelhos de infravermelho e radiofrequência – estimulam a fabricação do colágeno e amenizam a flacidez da pele. A vantagem é que a aplicação é indolor, não produz cortes, nem furos e sua duração é de até dois anos.
Existem alguns outros cuidados que devem entrar na sua lista de como prevenir as rugas: limpar, tonificar e hidratar a pele duas vezes ao dia, usar produtos a base de retinol, beber pelo menos oito copos de água por dia e ter uma alimentação equilibrada, rica em vegetais, frutas e nutrientes essenciais.

O que causa rachadura nos pés

O que causa rachadura nos pés

Leia também: pés ressecados

Depois de um tempo você resolveu dedicar um pouco de atenção aos seus pés e percebeu que eles estão com rachaduras. Por que aconteceu isso?

Uma das possíveis ocorrências é quando a epiderme, camada externa da pele, sofre algum tipo de agressão, como o uso de calçados apertados ou abertos, por exemplo. Nesse caso, a pele perde a elasticidade e então as rachaduras começam a aparecer. Se não forem tratadas logo que surgirem, essas lesões podem ocasionar rachaduras nos pés. Saiba como tratá-las:

Descubra quais são as 5 doenças de pele mais comuns

Descubra quais são as 5 doenças de pele mais comuns

Melasma, dermatite seborreica, rosácea, alopecia areata e disidrose são as principais. Saiba mais sobre cada um e como tratá-las

Conheça as principais doenças de pele e saiba como tratá-las.

Regular a temperatura e proteger o corpo de bactérias e vírus é a principal função da pele, o maior órgão do corpo humano. Porém, tanta responsabilidade também faz deste órgão alvo de certas doenças que irritam, obstruem e inflamam sua extensão.

As doenças que atingem a derme podem se revelar bastante perigosas. Isto porque, apesar de serem benignas, podem mascarar uma doença grave: o câncer de pele. Manchas escuras na pele, presentes em doenças como o melasma, pode esconder o desenvolvimento de manchas conhecidas como melanoma, que são lesões cancerígenas.

Levando em conta a importância da prevenção e a identificação de cada patologia que atinge este orgão, A Revista da Mulher, com ajuda da Dra. Ana Carolina de Oliveira Gomes, dermatologista do CECAM, separou as cinco principais doenças de pele.

Leia também: 5 Problemas de pele

As cinco principais doenças de pele
1) Melasma
A doença é caracterizada por manchas escuras na pele, que aparecem no rosto, braços e colo, principalmente de mulheres entre os 20 e 50 anos. As manchas são benignas e não trazem riscos para a saúde.

Causas: não existe um único motivo que leva ao problema. Dentre os fatores que contribuem para o seu surgimento, além da exposição solar sem proteção, estão o uso de anticoncepcional e certos medicamentos, assim como fatores hormonais, predisposição genética e também alterações no organismo durante a gestação.

Tratamento: a principal forma de tratar a doença é se proteger do excesso de raios solares com uso protetor solar que seja, no mínimo, fator 30. Lembrando que o tratamento deve ser constante e contínuo. “Cremes clareadores à base de hidroquinona, ácido glicólico, ácido retinóico, ácido azelaico, entre outras substâncias são indicados”, explica a dermatologista.

2) Dermatite seborreica
Esta inflamação crônica afeta as áreas com grande número de glândulas sebáceas. A dermatite seborreica causa coceira, mancha avermelhada e descamação da pele no couro cabeludo, sobrancelhas, barba ou tórax masculino.

Causas: a doença seborreica é uma condição crônica que piora com o tempo frio e seco e com a fadiga, o estresse emocional, a ingestão de alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas ou banhos quentes.

Tratamento: não existe cura para a dermatite, mas com certos cuidados é possível controlar os sintomas. Nos casos leves, o xampu anticaspa é prescrito. Loções e cremes com corticoides também agem contra as lesões.

3) Rosácea
Apesar dos primeiros sintomas da rosácea serem facilmente confundidos com queimaduras solares, a vermelhidão, neste caso, se torna duradoura e vem acompanhada de lesões inflamadas, acne, secura ocular, irritação, inchaço e pele mais espessa nas bochechas, nariz, testa e queixo.

Causas: diversos fatores desencadeiam ou agravam a rosácea, como alimentos ou bebidas quentes, ingestão de bebida alcoólica, temperaturas extremas, banhos quentes, doenças gastrointestinais, hipertensão, situações de estresse, raiva ou vergonha, uso de coricosteroides e medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos.

Tratamento: o primeiro passo para tratar a rosácea é evitar os fatores que dilatam os vasinhos do rosto e provocam vermelhidão. Há casos em que a prevenção e o uso de protetor solar são suficientes. “Produtos tópicos, como metronidazol, ácido azelaico e peróxido de benzoila diminuem a inflamação”, diz Ana Carolina. Solução de oximetozolina e brimonidina controlam o vermelhidão, assim como certos antibióticos, podendo haver associação com o tratamento a laser.

4) Alopecia Areata
É caracterizada pela queda de cabelo ou de pelos em áreas arredondadas ou ovais do couro cabeludo ou de outras partes do corpo. Após a perda dos fios, o cabelo geralmente nasce branco, mas depois volta a cor normal. Concomitante à alopecia, é comum ter outras doenças associadas, como o vitiligo e distúrbios da tireoide, por exemplo. Não é considerada uma doença grave nem contagiosa.

Causa: Apesar de sua causa não ser totalmente conhecida, o que se sabe é que o sistema imunológico ataca os folículos capilares, causando a perda dos fios de forma abrupta. O estresse também é um fator que contribui para o seu surgimento.

Tratamento: A alopecia pode ser tratada com injeções de cortisona, minoxidil tópico, entre outros medicamentos, dependendo da extensão da doença e da estabilidade. A Dra. Ana Carolina acrescenta que como a causa da doença não é conhecida, não é possível preveni-la. “Porém, sabemos que a diminuição do estresse contribui de forma importante para a prevenção. Usar maquiagens, lenços e perucas para disfarçar a área de rarefação também ajuda o paciente a evitar constrangimentos”, explica a especialista.

5) Disidrose
Uma inflamação na pele provoca acúmulo de líquido que gera pequenas bolhas, que, ao serem estouradas, deixam a pele escamosa e mais espessa que o habitual. As áreas mais afetadas são as palmas das mãos e as solas dos pés.

Causas: a tendência hereditária é o principal fator para o desenvolvimento desta inflamação. A mudança brusca de temperatura e o contato com metais, como cromo, cobalto e níquel também desencadeiam as crises.

Tratamento: controlar o estresse é essencial. “Geralmente as crises têm resolução espontânea em uma a três semanas. Medicação tópica amenizam os sintomas, sendo o tratamento oral raro”, finaliza Ana Carolina.

7 dicas de como eliminar a flacidez corporal

7 dicas de como eliminar a flacidez corporal

7 dicas de como eliminar a flacidez corporal
O que é a flacidez?
A flacidez corporal nada mais é do que um acúmulo de pele em regiões do corpo que começam a perder a elasticidade. É um problema que atinge mulheres com mais frequência, devido alterações na produção de colágeno e elastina causada pelas variações hormonais constantes.

Muitas mulheres se queixam de flacidez na região das coxas e glúteos, braços e principalmente na barriga. Essas queixas são muito comuns em pessoas que passam por dietas ou procedimentos para emagrecimento que causam perda de peso rápida. Com as fibras de sustentação da pele enfraquecidas, o corpo não retorna a tonicidade anterior.

O que causa a flacidez corporal?
A flacidez vem principalmente da causa mais natural que conhecemos, o envelhecimento. Naturalmente, com o tempo, as fibras de colágeno e elastina que sustentam a nossa pele enfraquecem e deixam de dar à pele aquele aspecto jovem e saudável. Mas é claro que existem outros fatores que aceleram esse processo, entre eles as variações de peso constantes, como já citado. Além dessas, a flacidez também pode ser causada por:

Leia também: Flacidez o que é

Excesso de exposição ao sol

Genética

Sedentarismo

A boa notícia é que com pequenos cuidados no dia a dia a você pode retardar os efeitos do tempo, evitando a flacidez e até mesmo eliminando-a em certas regiões do corpo.

Veja abaixo, 7 dicas de como controlar esse problema de uma vez por todas!

Cuide bem da sua alimentação
cuidar da alimentacao ajuda contra flacidez

A primeira dica é ficar de olho no que você come. Uma alimentação saudável é imprescindível para quem deseja manter a boa aparência, e principalmente evitar uma pele flácida. É claro que isso não significa manter uma dieta rigorosa e ficar longe das coisas gostosas. Existem alimentos saudáveis e deliciosos que ajudam no combate à flacidez e também te ajudarão a manter o bom humor.

Veja alguns exemplos:

Kiwi, morango e cenoura
Esses alimentos são ricos em vitaminas C, E e A. São oxidantes que combatem os radicais livres, principais responsáveis pelo envelhecimento da pele e consequentemente pela flacidez. Além disso, a vitamina C é essencial para a formação do colágeno, que como vimos, dá sustentação a nossa pele.

Peixe, peito de frango, feijão e lentilha
Esses alimentos, além de deliciosos, são fontes de proteínas magras. São proteínas de qualidade que ajudam na formação do colágeno e massa magra.

Abacate e aveia
O abacate parece gorduroso e pesado, mas você pode incluí-lo sem medo na sua alimentação. As gorduras do abacate são gorduras boas, fazem bem para o coração e contribuem no aumento da elasticidade da pele. Já a aveia possui sílica, mineral que atua na formação do colágeno. Esses dois alimentos incluídos na dieta ajudam no combate à flacidez corporal.

2. Evite a exposição excessiva ao sol
Os raios ultravioleta são extremamente nocivos à epiderme e a derme, camada mais profunda da pele. É na derme que se encontra o colágeno. A exposição solar em excesso pode destruir a estrutura das fibras e comprometer a sustentação da pele. Por esse motivo, o sol em abundância é uma das principais causas da flacidez, que neste caso, é resultado do envelhecimento precoce.

É obrigatório o uso do protetor solar para quem quer manter uma pele saudável e firme. Mas é importante lembrar que, mesmo com o uso do protetor, recomenda-se evitar a exposição prolongada à luz solar.

3. Coma gelatina
É comprovado que a gelatina é um ótimo suplemento de colágeno. O consumo diário desse alimento, além de saciar aquela vontade de comer doces durante o dia, ajuda a melhorar significativamente a elasticidade da pele e na manutenção do bom aspecto das unhas e dos cabelos.

4. Hidrate-se sempre
beber agua ajuda contra a flacidez

A elasticidade da pele está diretamente relacionada com a sua hidratação. Todo mundo sabe que a maior parte do nosso corpo é composta por água. A pele pouco hidratada possui pouca elasticidade e não conseguirá voltar a sua forma anterior caso você tenha passado por um processo de perda de peso, deixando assim a flacidez corporal evidente. Por isso é importantíssimo que você se mantenha sempre bem hidratada para manter uma boa aparência da pele.

5. Pratique exercícios regularmente
pratica de exercicios fisicos contra flacidez

Quando praticamos exercícios físicos com frequência trabalhamos mais a respiração e como consequência, melhoramos a circulação sanguínea. Isso garante que os nutrientes que ingerimos cheguem onde devem chegar e mantenham a saúde dos nossos tecidos e órgãos, inclusive da pele. Não adianta ingerir todo o colágeno do mundo, se ele não puder ser bem distribuído pelo corpo.

A prática de exercícios, além de contribuir na queima de gordura e na boa aparência, garante que você esteja sempre disposta e bem humorada.

Se você não gosta muito de praticar exercícios, seja por falta de tempo ou motivação, é sempre bom lembrar que existem formas agradáveis e divertidas de manter a forma e o bom humor.

6. Faça massagens
massagens corporais contra flacidez

Quem não gosta de uma bela massagem para relaxar depois de um dia estressante? Uma boa massagem, além de relaxar os músculos, também tem o poder de combater a pele flácida. Isso porque, com a técnica correta, os movimentos irão diminuir a inflamação da camada de gordura, e eliminar toxinas.

Para quem deseja eliminar a flacidez corporal, a drenagem linfática e a massagem modeladora são ótimas soluções. A drenagem estimula o sistema linfático, diminuindo a retenção de líquidos e diminuindo o inchaço. Já a massagem modeladora estimula a circulação e tonifica a musculatura.

Mantendo sessões regulares de massagens, é possível obter resultados na perda de medidas, redução da celulite e da flacidez.

Ps: É muito importante que as massagens sejam realizadas por profissionais capacitados.

7. Invista em tratamentos estéticos
Existe sempre a opção dos tratamentos estéticos que podem acelerar muito o resultado esperado. A carboxiterapia, por exemplo, é comprovadamente eficaz no combate à flacidez, pois estimula muito a circulação, e principalmente a produção de colágeno. Outra opção são os aparelhos Manthus e o Heccus, que combinam ultrassom e correntes polarizadas e estímulos elétricos que atuam no sistema linfático, melhoram a circulação e diminuem as células de gordura.

Por último ainda temos o VelaShape, um aparelho que combina a radiofrequência, infravermelho e pressão negativa para um tratamento eficaz da celulite, flacidez e modelagem corporal. A técnica trata desde a superfície da pele até os tecidos mais profundos.

Ter acompanhamento profissional em qualquer processo de emagrecimento ou tratamento estético é muito importante para garantir um bom resultado. Por isso é sempre bom conhecer e entender com o que cada profissional pode contribuir durante a jornada pela boa forma e bem estar.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto ou queira saber de mais dicas, entre em contato com a gente! Deixe um comentário abaixo ou agende uma avaliação gratuita. Será um prazer ajudar você a se cuidar! 😉

Veja 7 alimentos para manter a pele saudável no verão

Veja 7 alimentos para manter a pele saudável no verão

Nutricionista explica o benefício de cada um deles e garante que mudanças simples na dieta podem adiar os sinais causados pela idade

Enfrentar esse calorão acima dos 30ºC, que anda fazendo em grande parte das cidades brasileiras, exige muito do corpo.
Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos
cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época. Mas bons hábitos alimentares são fundamentais para para nutrir as células do corpo e garantir a saúde da pele.
Cleonice Pereira, nutricionista que atende pela plataforma GetNinjas, dá dicas de sete alimentos para que devem ser consumidos nos dias mais quentes. — Se fizermos algumas mudanças simples na dieta podemos melhorar muito a condição da
pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela

Leia também: Pele saudável como manter

Enfrentar esse calorão acima dos 30ºC, que anda fazendo em grande parte das cidades brasileiras, exige muito do corpo.
Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos
cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época. Mas bons hábitos alimentares são fundamentais para para nutrir as células do corpo e garantir a saúde da pele.
Cleonice Pereira, nutricionista que atende pela plataforma GetNinjas, dá dicas de sete alimentos para que devem ser consumidos nos dias mais quentes. — Se fizermos algumas mudanças simples na dieta podemos melhorar muito a condição da
pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela idade

Abacate: Fonte de vitaminas E, C e antioxidantes, o abacate
ajuda na hidratação e brilho da pele

Melancia: Rica em vitamina e minerais, como A, C e B6, fósforo,
potássio, cálcio, magnésio e ferro, contribui também para a hidratação de todos
os órgãos, lembrando que a pele é o maior órgão do corpo humano
Amora: A fruta devolve o aspecto sadio da pele, pois é
riquíssima em antioxidantes que combatem os radicais livres – responsáveis por
danificar as células e causar sinais de envelhecimento
Linhaça: A ação positiva que a linhaça causa na saúde
intestinal afeta diretamente a pele. Além disso, o ômega 3 presente no alimento
é um forte colaborador na sustentação da pele e do sistema imunitário. — O
consumo regular dessa semente maravilhosa, rica fonte de ômega 3, deixa a pele
mais hidratada, suave e com um tônus firme
Maçã: Além de ser um alimento quase completo, que cuida da
saúde ocular e previne várias patologias, a fruta também é excelente para ajudar as células na restauração e proteção contra o
envelhecimento precoce
Cenoura: Além de ser um dos alimentos mais ricos em
betacaroteno – potente antioxidante responsável por sua cor alaranjada -, a
cenoura é fonte poderosa de fibras e minerais, como fósforo, potássio, cálcio e
sódio, vitamina A, B2, B3 e C. Todos esses nutrientes são responsáveis por
manter o bom estado da pele e das mucosas e contribui para a cor saudável da
pele, podendo ser usada de várias formas: cruas, cozidas ou em sucos

Manga: Responsável pelo rejuvenescimento, a fruta é fonte de
vitamina e também é rica em antioxidantes. Além de combater os radicais livres,
a manga é capaz de regenerar a cútis, evitando rugas, linhas de expressão e
remover as toxinas existentes no organismo

Além desses alimentos,
Cleonice Pereira reforça a importância das oleaginosas, como castanha de caju,
amêndoas, coco e castanha do Pará, que são um bom suporte de minerais e boas
gorduras, melhoram a elasticidade e combatem infecções, além de fornecerem
colágeno para a pele
Próximo
Enfrentar esse calorão acima dos 30ºC, que anda fazendo em grande parte das cidades brasileiras, exige muito do corpo. Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época.

Mas bons hábitos alimentares são fundamentais para para nutrir as células do corpo e garantir a saúde da pele. Cleonice Pereira, nutricionista que atende pela plataforma GetNinjas, dá dicas de sete alimentos para que devem ser consumidos nos dias mais quentes.

— Se fizermos algumas mudanças simples na dieta podemos melhorar muito a condição da pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela idade